Saiba como fazer a calibragem correta dos pneus do seu carro

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Manter a pressão em dia é essencial para uma boa dirigibilidade e também colabora para o menor desgaste, além de otimizar outros sistemas do veículo, como a suspensão e frenagem, por exemplo. Se a pressão estiver correta, além de uma direção mais segura, você também ajuda a reduzir o consumo de combustível.

Divulgação

Pesquisas indicam que, quando o pneu está com 5 libras a menos do que o indicado pelo fabricante, por exemplo, o carro pode gastar até 10% mais combustível. A calibragem incorreta também pode desenvolver outros problemas no veículo, como instabilidade, perda de aderência e até destalonamento.

O que fazer, então, para sempre manter os pneus em dia?

A dica é calibrar, no mínimo, a cada 15 dias. Dessa forma, não dá tempo de os pneus perderem a pressão a ponto de prejudicar o desempenho do veículo. Para realizar a calibragem, os pneus devem estar frios, ou seja, tendo rodado no máximo 3 quilômetros.

Em relação à pressão que deve ser usada na calibragem, algumas orientações também devem ser seguidas. De acordo com Denis Mengarda, gerente comercial da GP Imports, distribuidora exclusiva da Delinte no Brasil, para pneus originais do carro, você deve seguir o direcionamento da calibragem recomendada no Manual do Fabricante. Em geral, ela vem na tampa do tanque, na soleira da porta ou no próprio manual do veículo.

Já para os casos de substituição do pneu original, existem situações específicas que devem ser consideradas. "Alguns pneus UHP, que são pneus de alta performance e, em geral, oferecem mais esportividade, têm uma lateral mais reforçada conhecida como extra load ou reinforced. Nesses casos, em especial, é preciso realizar uma calibragem um pouco mais alta, algo em torno de 10% a mais do que o recomendado para o original”, explica o gerente.

Outra especificidade é em relação a pneus desenvolvidos para carga, que vêm com reforço de lona. "Alguns de caminhonete para linhas mais pesadas ou pneus para transporte de cargas, geralmente utilizados em vans ou pequenos caminhões, também pedem uma calibragem maior. A pressão dos pneus para carga deve evoluir de acordo com o peso transportado”, complementa Denis Mengarda

Conteúdo relacionado: