Venda de veículos seminovos cresce; Veja dicas na hora de escolher

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

De acordo com a Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), as vendas de veículos seminovos e usados no País, apresentaram melhora e um resultado positivo no último mês de julho. Se levarmos em conta o mês anterior, as vendas foram positivadas em 24,5%. Já o comparativo com o mês de julho de 2018, mostra um resultado menor, porém positivo, de 11,1%.

Pixabay

Quem também está antenado a esses números é o setor de consórcios, que nos últimos anos vem demonstrando a preferência, entre uma parcela significativa de consorciados, por veículos seminovos. Pesquisa realizada pela B3 mostra que nos três primeiros meses do ano, foram adquiridos 78.154 veículos seminovos, enquanto que no mesmo período de 2011 foram 32.956, uma alta de 137,1%.

Para Vinícius Basile, gerente administrativo do Valor Consórcios, os números revelam uma confiança dos consorciados na prática de consórcios. "Antes de analisarmos preferências entre veículos novos ou seminovos é preciso destacar a confiança das pessoas na prática de consórcio. O crescimento do setor vem sendo pontuado de forma concisa, mostrando credibilidade e força. As pessoas já perceberam que através do consórcio é possível adquirir bens com valores mais expressivos, de uma forma mais tranquila", pontua Vinícius.

O gerente ainda deu algumas dicas na hora de o consorciado contemplado escolher um veículo seminovo. "Pesquisar é a palavra chave na hora de escolher um veículo seminovo! Consulte a tabela FIPE, compare os preços e observe os valores praticados no mercado. Se por ventura o cliente encontrar preços muito abaixo da tabela, é sempre bom desconfiar. E se os preços estiverem acima, pechinche! Com a carta de crédito em mãos, o consorciado tem o poder de compra à vista, e isso é um grande trunfo", finaliza.

Dicas para escolher veículos seminovos

Na hora de avaliar o carro, faça isso de dia e nunca à noite, afinal, com o auxílio da luz natural é possível visualizar melhor algumas imperfeições, arranhões e/ou possíveis amassados, dentre outros detalhes. Caso não conheça muito bem os detalhes de um carro é sempre bom pedir a ajuda de um mecânico ou outro profissional especializado.

Peça os números da placa, renavam e chassi, com o intuito de realizar consultas em aplicativos ou sites especializados, pois, como diz o ditado popular "é melhor prevenir do que remediar". Verifique também se os documentos estão em dia e se existe alguma multa ou restrições.

Outra a dica importante é: faça o test drive! Fique atento a possíveis barulhos, alinhamento e se o motor responde a contento à aceleração. Também verifique os pneus, que podem ser excelentes sinalizadores em relação a real quilometragem do carro.