Arquiteta traz o 'Refúgio da Jovem Atriz' para a mostra digital Casa IT Home

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   
Divulgação

Uma das partes da família mais afetadas durante a quarentena são as crianças e os adolescentes, que tiveram que dormir, brincar, estudar, e estagiar sempre no mesmo ambiente. Por isso, o quarto se tornou um verdadeiro refúgio. O cômodo foi escolhido pela arquiteta Isabella Nalon, à frente do escritório que leva o seu nome, para a mostra digital Casa It Home. "Não queríamos um ambiente comum, mas algo com propósito e significado”, afirma. Assim, veio a ideia de homenagear a atriz Valenthina Rodarte, de 12 anos, que participou do musical Escola do Rock e da novela Carinha de Anjo (SBT). Muito antenada e estudiosa, ela realmente trabalha em casa e precisa de um espaço propício para todas as tarefas.

Divulgação
A arquiteta Isabella Nalon, responsável pelo projeto "Refúgio da Jovem Atriz”, ao lado da atriz Valenthina Rodarte

Com 40 m², o "Refúgio da Jovem Atriz” se transformou em um ambiente para exercer todas as atividades. "Separamos o cômodo em dois setores: área de relaxar e espaço de viver, trabalhar e estudar”, conta a profissional.

Divulgação

Na entrada do quarto, a surpresa começa no pórtico criado pelos armários (com portas de vidro, dando leveza e transparência, além de luz interna). Esse primeiro espaço tem várias atividades acontecendo, iniciando pelo lado esquerdo onde está a escrivaninha reservada para os estudos. Na parte central está o lounge para receber as amigas e a coach de voz. Do lado direito, encontra-se a cabine acústica para as dublagens e o cantinho com poltrona giratória para as cenas instagramáveis, fotos e vídeos que farão sucesso nas redes sociais. Nesse lugar, Valenthina ainda poderá estudar o ukulele, instrumento havaiano que adora.

"Dois níveis acima, mudamos o material do piso e a cor do teto, demarcando bem as áreas”, explica Isabella Nalon. A área do viver e trabalhar traz um piso vinílico com escama de peixe, já o teto é verde, cor eleita pela Valenthina. No espaço de relaxar foram posicionados um confortável carpete e o teto branco.

Divulgação

No local destinando ao sono, por sua vez, a cama relaxante e gostosa fica ao lado de uma área envolvida por vidros, criando um tipo de futon que serve de espaço para relaxar, ler um livro ou para uma festa do pijama. Não poderia faltar a caminha da cachorrinha, a simpática Pedrita. Nesse espaço, o pórtico de madeira vai até a escrivaninha e na área central criamos um espelho com um mapa, pois a Valenthina ama viajar e queria um lugar para marcar os lugares por onde passou.

Com um pano de vidro, o espaço onde está a escrivaninha ajuda a compor um lugar iluminado e agradável de se estudar. Em um dos quadros, perto da poltrona giratória, há a imagem da Torre Eiffel e nas prateleiras alguns acessórios referentes à cidade luz, pois a pequena atriz ama Paris e queria alguma referência da cidade em seu quarto.

Divulgação

A iluminação é outro ponto alto do projeto: a arquiteta trabalhou com trilhos, leds, arandelas, resultando em um jogo de luz muito interessante. Há ainda a automação, pois era importante dimerizar as luzes e criar diferentes cenas.

O resultado é um espaço onde a Valenthina consegue fazer tudo acontecer, de um jeito aconchegante. "Ela fez questão de ter um ambiente com uma paleta neutra, compondo com o verde. Além disso, não poderia faltar o espaço de dublagem”, afirma a arquiteta.

Conteúdo relacionado: