Como proteger sua TV de raios e apagões em meio a tempestade

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

É muito comum que em momentos de chuva forte com raios e possíveis apagões logo surja a preocupação com os aparelhos elétricos e também os eletrônicos em casa, principalmente a televisão. Pensando nisso, o engenheiro Cláudio Oliveira da Cantinho Sonoro, uma das assistências técnicas mais antigas de Copacabana, dá algumas dicas no texto a seguir para você evitar danos na sua TV e outros aparelhos em dias de tempestade.

Pixabay

Sabemos que as chuvas fortes são perigosas, ainda mais quando acompanhadas de raios. Mesmo que você esteja abrigado na sua casa ou em algum espaço físico, há riscos também. Afinal de contas, estamos falando de uma descarga elétrica bastante intensa ocasionada por nuvens eletricamente carregadas.

Mas o que isso significa na prática? Além de poder causar a morte, os raios também podem causar apagões e, consequentemente, afetar o fornecimento de energia em bairros, cidades e regiões. É nesse cenário que, se não houver atenção, os aparelhos elétricos e eletrônicos são danificados. Basicamente, por dois motivos: a rede elétrica ser atingida por um raio ou no momento em que a energia é restabelecida após um apagão.

Danos por raios

Em todo o mundo, o Brasil é o país mais atingido por raios, sendo anualmente mais de 110 milhões. O dado é do Inpe, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. A partir desse número, mesmo o território nacional tendo dimensões continentais, é uma grande incidência que aumenta ainda mais os riscos de danos e acidentes. Quando um raio atinge a Terra sua descarga afeta suas proximidades, instalações elétricas , telefônicas ..., ele pode percorrer os fios com uma alta tensão e sobrecarregá-los, afetando também sua TV, por exemplo. Por isso a recomendação do especialista é de que , se o aparelho não tiver proteção , logo retirá-la da tomada junto com os outros aparelhos já que isso é o que o conecta a rede elétrica, dessa forma é possível evitar danos.

Danos após apagões

Claudio explica que "no caso de apagões, o problema é semelhante, onde na maioria das vezes se dá no restabelecimento da energia. A grande questão é de que no retorno da energia, pode haver uma voltagem maior do que 230V - voltagem máxima suportada pela maioria dos aparelhos atuais que são bivolts. Geralmente, quando a energia é restabelecida, o retorno acontece com a tensão acima deste número e os aparelhos acabam não suportando a intensidade.” Quando a energia fica variando, o recomendado é retirar os aparelhos da tomada e aguardar a normalização da energia para religá-los.

Estabilizadores, no breaks e filtros de linha resolvem o problema?

Segundo Claudio, os estabilizadores servem para, como o nome mesmo já diz, estabilizar a tensão vinda da rede elétrica. Eles são usados para proteger aparelhos em geral como computadores, TVs e geladeiras. Eles regulam a diferença de tensão entre o aparelho e a rede elétrica, minimizando o impacto da alta e baixa tensão não danificando os aparelhos conectados a ele, também contam com fusíveis que servem de proteção ao receber o impacto. Já o no break possui uma vantagem em relação ao estabilizador, apesar de terem quase a mesma função. "Quando a energia acaba e você está trabalhando em algo no seu computador, é possível salvar seu arquivo e desligar a máquina com segurança. Isso porque o no break dispõe de um compartimento com energia reserva, que é ativado quando a energia da rede elétrica acaba. Por isso é possível manter seu computador ligado por mais alguns minutos.”, nos conta Claudio.

No caso do filtro de linha, o mesmo também tem circuitos com fusíveis, capacitores e indutores que absorvem o impacto de altas tensões, segurando o surto de energia na maioria das vezes. "A combinação desses componentes permite uma maior segurança ao seu aparelho”. Entretanto, existem modelos chamados de "réguas” sem todas essas peças fundamentais que garantem a presença de suas funções: proteger contra surtos, descargas elétricas ou sobrecarga. Estes então seriam apenas multiplicadores de tomadas para plugar mais aparelhos. O ideal para proteção é que o modelo seja de fato um filtro de linha, um estabilizador ou um no break, com todos os componentes elétricos necessários para proteção e que tenha sua função descrita nas características do produto.

Dicas proteger sua TV e outros aparelhos destes danos

É bem provável que na sua casa tenha aterramento da fiação elétrica, pois no Brasil é obrigatório para residências. Este procedimento permite que as tensões atmosféricas - raios - sejam descarregadas no solo por meio de um cabo de cobre. Ainda assim, caso você deseje reforçar a segurança contra oscilações na rede elétrica, existe um equipamento chamado DPS que complementa o aterramento e dispõe de dois modelos no mercado: para uso individual e outro para uso geral.

O modelo de uso individual geralmente é colocado diretamente na tomada escolhida. Já o para uso geral é colocado próximo à caixa de distribuição de energia. Este último é o mais escolhido pela praticidade de ter apenas um equipamento instalado dando cobertura para toda a rede elétrica que abastece a residência. Ambos os modelos possuem instalação fácil, pois são semelhantes a um disjuntor, mas apesar desta facilidade, é indicado que um eletricista faça a instalação, que é por conta do morador e não da concessionária de energia elétrica da região.

Se você não tiver certeza sobre ter um DPS instalado em sua casa, não se desespere! Em caso de chuva com raios e que provoque apagões, lembre-se da solução apresentada anteriormente e comprovada por nosso especialista: "o mais seguro é desligar sua TV e outros aparelhos da tomada, para interromper a transmissão de energia.” É uma dica conhecida e praticada há bastante tempo por realmente ser a melhor medida mais imediata durante uma tempestade, por não requerer demais cuidados, equipamentos ou procedimentos como solução.

Conteúdo relacionado: