Cuidado com a iluminação garante bem-estar para as crianças

por Yamamura
   
Divulgação

Na fase de crescimento, é preciso prestar atenção em cada detalhe do ambiente para que ele possa contribuir para um desenvolvimento saudável das crianças, privilegiando sempre o bem-estar. Se o conforto e ergonomia dos espaços são sempre levados em conta pelas mamães e papais em busca de móveis adequados para as idades dos filhos, um item de suma importância costuma ser esquecido: a iluminação.

Uma má iluminação pode vir a prejudicar a visão dos pequenos, que em muitos casos, acabam forçando a vista para enxergar melhor. Além disso, a boa luminosidade pode ajudar numa boa noite de sono ou até mesmo auxiliar o aprendizado das crianças quando posicionada na mesa de estudos. Para que a luz seja uma aliada no crescimento das crianças em cada faixa etária, anote as dicas da Yamamura, referência no segmento de iluminação, representada pela sua especialista em design e tendência, Gabriela Yokota.

Divulgação

Iluminação voltada para os bebês

Pensamento nos primeiros dias de vida, uma dica é investir em uma luz suave que deixe o ambiente sereno. Como o bebê ainda está com pouco tempo de vida, ele está em fase de adaptação ao meio e, portanto, fatores como sensibilidade à luz, tornam-se mais presentes.

Para se adequar aos pequenos, uma boa opção é investir na dimerização, que permite o controle da intensidade de luz. Outra recomendação é o uso da automação com a criação de cenas para diferentes momentos do dia, fator que pode contribuir para o crescimento do recém-nascido. "Para quartos de bebês, algumas sugestões são a iluminação indireta em paredes ou sancas com fitas ou arandelas, além das luminárias de piso ou abajures, pois trazem a luz indireta indispensável para um descanso tranquilo, bem como para momentos que não precisam de uma luz tão intensa, como o caso da amamentação, por exemplo”, fala Gabriela Yokota, da Yamamura.

A especialista em iluminação também indica pontos focais com pequenos spots, porém, longe do contato direto com o berço, poltrona de amamentação ou do trocador, evitando assim, que a luz incida diretamente sobre o bebê.

Projeto luminotécnico para ambientes com crianças

Divulgação

Para os mais crescidos, as luzes de apoio como luminárias de mesa e de piso são ótimas para criar um ambiente gostoso de leitura e estudos, garantindo ainda mais aplicabilidade e eficácia dessas áreas, seja em sala, quarto ou escritório. "Além de direcionarem a luz para um ponto de foco específico, fazem com que o ambiente seja mais flexível ao uso de determinadas atividades realizadas em cada momento do dia”, recomenda Gabriela Yokota, da Yamamura.

As luzes dimerizáveis também são boas pedidas para moradas com crianças porque garantem melhor funcionalidade e maior eficiência energética, sendo uma ótima opção para todos os momentos de leitura.

Quando o assunto é aflorar a criatividade, os tipos de peças mais indicadas são aquelas que possuem um design mais lúdico, com aplicabilidades interativas. Portanto, aposte em luminárias que mudam de cor.

Temperatura de cor

Para ambas as fases dos pequenos, a temperatura de cor mais recomendada é a branco quente (2400K a 3000K), isso porque traz mais acolhimento ao espaço, assim como transmite a tranquilidade que a criança necessita para que não cause estresse e agitação. ”O uso de cores em alguns detalhes da decoração também é uma ideia interessante. Nesses casos, os tons pastel, como azul, rosè, salmão e verde são boas opções que contribuem positivamente nos estímulos das cores desses espaços”, lembra Gabriela, da Yamamura.

Quanto ao efeito de luz, a dica é apostar em iluminações indiretas em determinadas áreas que necessitem de uma luz mais suave, luzes difusas para iluminação geral e pontos focais, todas em circuitos diferentes para o melhor desempenho do projeto. Convém apostar não somente em uma única solução luminotécnica, mas sim em várias, como os abajures, arandelas, luminárias de piso, plafons e pendentes em vários locais do quarto e não somente no teto, respeitando sempre a particularidade de cada situação.

Conteúdo relacionado: