Especialista em limpeza dá dicas para facilitar a vida de quem está trabalhando em casa

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Com o avanço do novo coronavírus no Brasil, a quarentena ainda é a forma mais segura de atravessarmos essa crise, por isso, apenas os serviços essenciais como saúde, segurança, transporte, alimentação e outros seguem sem muitas alterações. O risco e a disseminação da COVID-19, causada pelo coronavírus, são muito altos e podem tornar a situação - que já é difícil - ainda mais caótica, como o colapso do sistema de saúde no caso de contaminação em massa.

Divulgação

Diante desse cenário, o home office é a melhor saída para não aumentar ainda mais os prejuízos e causar o desaquecimento da economia. E para quem está em casa, é importante estabelecer bons hábitos de limpeza para que as tarefas não se acumulem. Renato Ticoulat, presidente da Limpeza com Zelo, rede de franquia focada em limpeza residencial, dá algumas dicas para facilitar a vida de quem está trabalhando, agora, dentro de casa e ainda precisa manter a ordem do lar.

Nesse momento, novos hábitos de higiene precisam ser seguidos e, para Renato, limpeza é sinônimo de saúde e bem-estar. Como não é possível conciliar uma faxina minuciosa e o trabalho, o profissional recomenda que, a cada dia da semana, um cômodo seja o escolhido para dispensar mais atenção. Confira:

Cozinha: durante a quarentena, o ideal é ficar em casa e preparar as refeições na própria cozinha, o que demanda mais trabalho. Para facilitar a lavagem das louças, separe todos os talheres dos copos, pratos e panelas. Lave todos eles e só depois enxague, também todos juntos, pois, além de otimizar o tempo, economizamos água.

O ideal é que itens como panelas e refratários, que costumam ter resíduos de alimentos, fiquem um tempo de molho. Antes de guardar os alimentos que vieram do mercado - tanto na geladeira, quanto no armário -, é importante passar um pano limpo com álcool, a fim de eliminar totalmente as bactérias.

Outro local geralmente esquecido é a porta do microondas, já que, por tocarmos nela o tempo inteiro, é fundamental fazer a sanitização, também com álcool em um pano limpo. Mas vale um aviso: embora o uso de álcool ou da versão em gel seja recomendado, é necessário esperar que ele seque totalmente antes de ir cozinhar ou se aproximar do fogo.

Workstation: nem todos possuem um local específico para trabalhar dentro de casa. Se estiver utilizando a mesa de jantar, lembre-se sempre de fazer a desinfecção antes das refeições. Notebooks e celulares podem parecer inofensivos, mas costumam ter alta concentração de bactérias. Eles podem ser sanitizados com álcool isopropílico - por ter menor concentração de água, é mais indicado para esse uso -, uma vez que a oxidação das peças é praticamente nula. Mas, caso tenha um escritório em sua casa, remova o pó com frequência, não acumule papéis e não faça refeições no local.

Banheiros: já que estamos o tempo inteiro em casa, é normal irmos mais vezes ao banheiro. Por isso, o cômodo agora merece mais atenção. Esvaziar o lixo e deixar uma pequena quantidade de água sanitária na privada são coisas simples e que podem ser feitas diariamente. Para a limpeza dos metais, como torneiras do chuveiro e da pia, uma solução caseira muito eficiente é o uso do vinagre de álcool, que além de desinfetar, traz de volta o brilho dos metais.

Renato ressalta também a importância de usar panos com cores diferentes e eleger uma cor para cada cômodo da casa. "Assim, evitamos a contaminação cruzada, que é quando levamos as bactérias de um lugar para o outro”, afirma. Além disso, recomenda o uso de panos de microfibra, pois, em suas palavras, "são bactericidas e sugam a sujeira para o interior de suas cerdas, o que torna a limpeza bem mais efetiva. Depois de usá-lo, é possível lavar em máquina de lavar e sua durabilidade é muito maior que os panos de algodão, por exemplo”.

Para manter a limpeza do interior da casa, a dica é lembrar de desinfetar os tapetes da entrada, já que neles fica uma infinidade de contaminantes. Deixar os sapatos que vêm da rua em um local específico, para não espalhar a sujeira da rua pela casa também é muito importante. Outra informação: segundo Renato, não pode misturar água sanitária com outros desinfetantes, porque essa combinação emite gases que não fazem bem para a saúde. "O correto é usar apenas um pano com cada um dos produtos”, conclui Renato.

Conteúdo relacionado: