Papel de parede ou adesivo? Veja com qual deles você pode decorar sua casa

por Redação Bonde
   

O uso do papel de parede tem sido adotado cada vez mais como uma alternativa à pintura. Por ser de fácil aplicação e possuir muitas opções de cores e texturas, muitas pessoas têm o utilizado como forma de mudar o ambiente sem o desconforto do cheiro da tinta.

Contudo, o que poucas pessoas sabem é que também há a opção do adesivo vinílico. Embora seja fácil de colocar, assim como o papel de parede, entre essas duas opções há muitas características diferentes, desde o material de que são feitas até a forma de aplicação. Entenda melhor nesta reportagem qual dos dois é mais adequado para o seu ambiente.

Principais diferenças

O modelo mais conhecido é o papel de parede convencional, encontrado em diversas cores, estampas e texturas. Se, por um lado, ele tem maior resistência, podendo durar até 15 anos, de outro, depende de uma cola específica para sua aplicação e quase sempre será necessário contratar um instalador.

Veja também - Espelho em casa: Confira ficas para usar e não errar

Já o adesivo é de fácil colocação, pois possui sua própria cola no verso, sem necessidade de complementos. Para colocar, basta utilizar uma espátula para evitar a formação de bolhas. "Na impossibilidade de contratar um profissional, o adesivo simplifica a vida de quem deseja se arriscar. No entanto, a sua durabilidade é menor, uma vez que o desenho impresso tende a perder a cor com o passar dos anos”, destaca a arquiteta Isabella Nalon. Devido essa particularidade, o adesivo não deve ser colocado em locais em que há incidência direta da luz solar.

Por ser produzido em vinil, o papel adesivo é liso ao toque, impossibilitando assim o uso de texturas, variando somente cores e estampas.

Onde usar?

Papel de parede e adesivos combinam muito bem com áreas "secas" como salas de estar, jantar, lavabos, escritórios e dormitórios. No caso de cozinhas e banheiros, onde há maior umidade, esses materiais não são recomendados.

Para decorar ambientes usados pelas crianças, o adesivo permite a mescla de vários personagens animados. "Cada criança tem seu gosto e ela pode viver seu universo lúdico”, pondera Nalon.

Como escolher?

Não existe uma regra sobre a escolha dos modelos, pois é uma decisão ligada à necessidade de cada ambiente, ao gosto do morador e ao estilo de decoração definido. "A etapa de selecionar o modelo, formato e desenho ideal merecem um planejamento especial que deve levar em consideração todas as características do cômodo e preferências pessoais”, salienta a arquiteta.

Dicas de ouro: Escolha o mobiliário certo para o seu home office

Em ambientes clássicos, o papel de parede tradicional pode ser uma boa opção, enquanto em ambientes mais modernos o adesivo permite mais versatilidade e a execução de ideias diferentes - podendo inclusive ser utilizado em móveis.

Conteúdo relacionado: