Skincare e maquiagem: tudo o que você precisa saber para planejar o espaço!

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   
Divulgação

As penteadeiras voltaram com tudo na arquitetura de interiores. Ter um espaço dedicado para os cuidados com a pele, cabelo e maquiagem tem sido um pedido bastante recorrente nos briefings para a execução dos projetos. Quem compartilha essa percepção é a arquiteta Roberta Iervolino Giglio, à frente da Figa Arquitetura, que tem realizado o sonho a penteadeira, mesmo quando o cômodo escolhido não dispõe de um espaço mais amplo. "É de fato muito prazeroso ter um cantinho concebido especialmente para dispor os seus itens de skincare, maquiagem e acessórios, bem como ter todas as condições para sentar e estabelecer o seu momento”, diz Roberta.

Posicionada na área íntima, a penteadeira pode estar presente no dormitório, closet ou banheiro. Além da metragem disponível para a marcenaria, sua concepção envolve detalhes elaborados de acordo com a personalidade e a demanda da cliente. Móvel com gavetas divisórias que promovem a organização, um espelho grande e na altura certa, e uma boa iluminação são os pontos avaliados.

Divulgação

Passo a passo da penteadeira:

Quando o assunto é tamanho da penteadeira, a prerrogativa é projetar a peça com altura de 75cm e profundidade máxima de 40cm. "É muito importante seguirmos essas dimensões, pois uma distância maior do espelho resulta em dificuldades para se maquiar. É muito desconfortável ter que se inclinar para conseguir fazer o que se deseja”, explica Roberta.

Nas gavetas, as colmeias organizadoras, que podem ser de acrílico ou realizadas na própria marcenaria, colaboram em vários aspectos. Ajudando a encontrar rapidamente o produto que se deseja, a inclusão desses acessórios também deixa tudo no lugar e na posição correta. "Gosto também de orientar nossas clientes com uma dica bastante valiosa: anotar as datas de vencimento no próprio frasco. Assim não corremos o risco de usar produto fora da data de validade, que foi esquecido na gaveta e guardado fora da caixa original”.

Por fim, a iluminação que acompanha o espelho deve ser avaliada para não criar sombras e prejudicar a visão na hora de produzir a maquiagem. Para tanto, Roberta recomenda que a luz deve ser frontal, para iluminar bem o rosto, e a lâmpada deve ser branco cálido ou morno (abaixo de 3.000K) - modelo que mais se assemelha à iluminação natural.

Divulgação
Conteúdo relacionado: