Veja dicas profissionais para compreender e desenvolver seus talentos

por Redação Bonde
   

O que é talento? O que é uma pessoa talentosa? Como posso descobrir o meu talento? Essas são dúvidas que intrigam diversas pessoas. Vivemos em um mundo em permanente mudança e que exige um aperfeiçoamento constante. Temos que aprender novas técnicas profissionais e, quem diria, até mesmo novas posturas comportamentais. No entanto, mesmo cientes das exigências desse mundo globalizado e tecnológico, e na tentativa de acompanhá-lo, é difícil identificar no que realmente somos bons. A psicoterapeuta Maura de Albanesi explica por que isso ocorre. "Pode parecer um clichê, mas o nosso talento está nas pequenas coisas, nos detalhes de como executamos as atividades, e nós nem sempre estamos atentos a isso. O talento não está no praticar em si, mas na maneira como se faz. Essa compreensão é fundamental", argumenta.

É importante frisar que a pessoa talentosa não é somente aquela que se lança nas teias da oportunidade. É também quem sabe olhar para si de maneira crítica, e consegue entender no que é bom. "É o indivíduo capaz de identificar quais são suas habilidades e qualidades, e canalizá-las em prol de determinada atividade que realiza com primazia e perícia", diz a psicoterapeuta.

Maura de Albanesi lista quatro dicas que podem ajudá-la a encontrar seu talento, além de esclarecer algumas dúvidas:

Olhe para si: perceba o que faz de forma fácil e analise se você dá valor a isso. Muitas pessoas que executam algo com excelência fazem pouco caso diminuindo a importância de suas habilidades. O autoconhecimento é o combustível para o descobrimento do talento. Saiba no que você é bom, por exemplo, em planejamento ou atividades práticas, em criar, em cantar, dançar...

Reprodução

Olhe para o que você sente: nossos sentimentos são os principais indicadores de que estamos no caminho certo ou não. Sabe aquela sensação de dever cumprido após uma atividade realizada? Esse é o melhor termômetro. Se trabalha numa profissão, mas não tem amor, fique atento, pois seu talento está vazando pelo ladrão. Se você gosta muito do que faz, procure melhorar, isso vai te tornar um indivíduo muito talentoso.

Fique atento aos outros: se as pessoas te solicitam muito, se consideram você o mais capacitado para realizar determinadas tarefas, isso é um bom sinal. Seu talento está se mostrando para você. Preste atenção nisso. Muitas vezes, as pessoas tendem a diminuir o valor daquilo que faz, porém os outros, que estão do lado de fora, conseguem observar nossas habilidades.

Tenha autoconfiança: se você faz algo bem, com propriedade, não tem o que temer. Coloque-se à disposição dos outros. Neste momento, você está em contato com o seu talento, e a confiança em si vai guiá-lo com primazia. Procure ser o melhor naquilo que sabe que faz bem.

O que é o quê?

Habilidade: é resultado do que vamos aprendendo durante a vida. A prática constante, a dedicação e o estudo vão aprimorando as nossas habilidades.

Qualidade: é inerente ao ser humano. Nossas qualidades se mostram no dia a dia. Como tratamos as pessoas, como nos portamos em momentos difíceis, a maneira como executamos algumas tarefas. Podemos ter a qualidade da coragem, da organização, da educação, da empatia etc.

Talento: é o resultado da maneira como nós aliamos habilidades e talentos a nosso favor. Como você exerce sua qualidade de empatia, como você utiliza sua habilidade de cozinhar tem a ver, diretamente, com o seu talento.

Vocação: está ligado ao servir, ao sagrado. O quanto o indivíduo usa todas as suas qualidades, habilidades e talento para servir o próximo.

Dom: é uma dádiva. Não são todas as pessoas que possuem dons, e aqueles que possuem, têm a capacidade de transformar o mundo ao seu redor, seja na música, na arte, na religião...