Chá, meditação, remédio: saiba qual o melhor método para dormir

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Depois de um dia estressante nada melhor que voltar para casa, tomar um bom banho, relaxar e dormir. O plano é perfeito menos para quem sofre com as noites mal dormidas. Estudo publicado no Journal of Psychiatric Research indica que 35% da população tem insônia no meio da noite pelo menos três vezes por semana e 23% acordam pelo menos uma vez toda noite.

iStock

Para Pedro Compasso, médico do Super Dr. Saúde Integrada em Ponta Grossa (PR), clinico geral, especialista em Pneumologia e mestre em Ensino das Ciências da Saúde, a tensão acumulada durante o dia, mesmo a pessoa não se sentindo estressada ao deitar, pode ser a razão pela qual ela acorda no meio da noite.

"Os estágios do sono - seja o de movimentos rápidos do olho (REM, o sono profundo) ou o sem movimentos rápidos do olho (que pode ser um sono mais leve) - determinam a facilidade para acordar com barulhos no quarto”, explica.

O álcool antes de deitar também pode estar relacionado aos despertares noturnos. "Um estudo publicado na Alcoholism: Clinical & Experimental Research indica que o álcool pode ajudar algumas pessoas a pegar no sono, mas também causa disrupções depois, o que pode significar acordar no meio da noite e não conseguir voltar a dormir”, observa Compasso. O despertar noturno pode ser ainda um indício de que algo não está bem com a saúde.

Mas, enfim, o que fazer para ter uma boa noite de sono? Confira algumas dicas do especialista.

• Não coma muito e evite cafeína, nicotina e álcool pelo menos 4 horas antes de ir para a cama;

• Mantenha um ritmo de sono, ou seja, vá para a cama na mesma hora todas as noites e tente manter essa rotina nos fins de semana;

• Se não dormir em 30 minutos, levante-se e procure uma atividade relaxante como ouvir música suave ou ler;

• Evite fazer anotações, exposição a telas, ler ou assistir a TV na cama;

• Tome um banho morno, tente relaxar e evite pensamentos desagradáveis;

• Exercite-se mais cedo, sempre antes e nunca depois do jantar, ou pelo menos 3 horas antes de dormir;

• Escureça tudo! Geralmente, as pessoas dormem melhor em ambientes escuros;

• Caso você tenha insônia ou dificuldade para dormir, evite dormir durante o dia ou, se estiver muito cansado, procure dormir menos de 1 hora;

• Aprenda a dominar o stress;

• Só aposte em um fitoterápico na busca de um sono melhor com orientação médica. É o especialista que vai rastrear a origem da insônia e verificar se, naquele caso, uma infusão ou uma cápsula à base de ervas trariam de fato paz às madrugadas;

• Relaxantes musculares são medicamentos utilizados para prevenir e reduzir espasmos e contrações musculares. Esses fármacos também podem ser utilizados para outras condições, como no tratamento da ansiedade ou da dificuldade de dormir (insônia), porém dever ser usados sob orientação médica;

• Todo método que aumente o relaxamento, como a meditação, melhora a indução ao sono e sua eficiência.

Conteúdo relacionado: