Servidor público de Londrina que contraiu Covid-19 celebra conquistas diárias

por Pedro Marconi - Grupo Folha
   

Após ser informado que poderia estar com conjuntivite, ele recebeu atestado para não ir trabalhar, em razão da transmissibilidade da inflamação da conjuntiva. No entanto, a dor de cabeça persistiu ao longo dos dias, fazendo com que procurasse um pronto-socorro hospitalar. Foram duas semanas idas e vindas de três atendimentos com diagnóstico para dengue e até sinusite, que somaram cerca de duas semanas.

Arquivo Pessoal

Acompanhe a trajetória dele na Folha de Londrina.

Conteúdo relacionado: