Olhos amendoados e nariz fino e arrebitado são o novo padrão de beleza

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   
Reprodução/Pixabay

O isolamento social despertou um novo olhar para a vaidade e criou novos padrões de beleza. As lives e as videochamadas começaram a refletir muito mais do que o espelho podia mostrar.

Segundo o cirurgião plástico doutor Pedro Lozano, membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), com a pandemia, a busca por procedimentos no rosto cresceu incomparavelmente. É o que diz também os termos mais procurados no Google no Brasil, que registrou um salto de 78% na procura pelo termo 'rinoplastia'.

A técnica de rinoplastia mais utilizada é a "rinoplastia estruturada”, que surgiu nos Estados Unidos na década de 90, vem ganhando cada vez mais adeptos de cirurgia plástica no Brasil, principalmente com as famosas. O método, considerado mais atual, apresenta resultados mais simétricos e naturais.

"São utilizados pontos estratégicos de fixação e enxertos de cartilagem, que fortalecem e asseguram a nova estrutura do nariz”, explica o cirurgião plástico Pedro Lozano. Além do benefício estético, a rinoplastia wstruturada corrige algumas disfunções respiratórias como o desvio de septo, entre outros.

Outra busca na internet que atingiu o pico no país nas últimas semanas foi a procura pelo termo fox eyes, procedimento estético que deixa os olhos mais alongados.

"A procura por olhos mais amendoados também tem sido um pedido mais comum nos consultórios. Nesse caso, procedimentos minimamente invasivos com aplicação de toxina botulínica, ácido hialurônico ou até mesmo fios podem ser utilizados no canto externo das pálpebras, sobrancelhas e na região das têmporas”, complementa o especialista.

Além disso, os padrões de beleza continuam ditando as tendências de bocas mais volumosas e maçãs do rosto mais marcadas.

Segundo dados da SBCP, o número de procedimentos não cirúrgicos cresceu 50% se comparado ao ano de 2018. Nas redes sociais, as irmãs Kardashian continuam sendo consideradas as responsáveis por este novo padrão que misturam olhar, lábios e bochechas bem marcadas e nariz arrebitado.

"É importante entender que independentemente dos padrões de beleza universais que tem se popularizado nas redes, cada indivíduo tem sua anatomia, que deve sempre ser preservada”, finaliza.

Conteúdo relacionado: