Que tal pensar na sua rotina de cuidados com a pele na primavera?

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   
Pixabay

A estação mais florida do ano já chegou e, ainda que as estações no Brasil aconteçam de forma diversa, de acordo com as especificidades climáticas de suas diferentes regiões, existe uma certeza, segundo indica a especialista em segurança cosmética e consultora da Ikesaki, a dra. Maria Inês Harris: a alta incidência de alergias e ressecamentos cutâneos.

"A primavera aumenta o número de casos de alergia pois além do tempo seco, que contribui para o ressecamento da pele e coceiras, há muito pólen em suspensão no ar. Podem ocorrer crises alérgicas como rinite, conjuntivite, asma e também dermatites. Além disso, com o calor, as pessoas tendem a tomar banhos mais longos e com maior frequência, o que pode tornar a pele mais ressecada e piorar a barreira de proteção cutânea. Isso é especialmente crítico em idosos”, alerta a especialista.

Cuidados essenciais

"Sabonetes suaves e de boa qualidade, com pouca ou nenhuma fragrância, que não irritem a pele, são os mais recomendados. Não usar sabonete no corpo todo toda vez que entrar no chuveiro, especialmente quando se tomar mais de um banho ao dia. A rotina de hidratação deve ser intensificada, devendo-se optar sempre por produtos com pouco ou nenhum perfume. Use perfumes se quer ficar perfumada: o hidratante deve hidratar”, aconselha.

Conteúdo relacionado: