Sucesso com Cleo e Anitta, 'tapa mamilos', quepes e hot pants são tendências do Carnaval 2020

por Manuele Tecchio - Folhapress
   

Depois de famosas como Anitta e Cleo desfilarem com os seios à mostra, cobertos apenas por adesivos, ou "tapa mamilos", o adereço deve cair no gosto popular neste ano. Ao lado das hot-pants (calcinha de cintura alta), quepes, viseiras, pochetes, franjas, ombreiras e quimonos com paetê bordado, a peça está entre as principais tendências deste Carnaval, além das tiaras.

Pixabay

É o que aponta pesquisa do Google antecipada ao F5. Levantamento mostra que as tiaras ainda são o principal adereço buscado pelos internautas, principalmente as de flores, seguidas por sereia, sol, Minnie e as de gatinhos. No quesito fantasias, as mais relevantes foram as de casal, sereia, Mulher-Maravilha, policial e de pirata.

E se engana quem pensa que o "tapa mamilos" são acessórios restritos às mulheres. "Vi muito homem usando, por brincadeira, os adesivos de mamilo. Vai bombar neste ano", afirma Rapha Mendonça, estilista brasileiro que já vestiu celebridades como Miley Cirus e Gwen Stefani, sobre o acessório burlesco.

Cores em tons neon, maquiagem geométrica e materiais metalizados também devem permanecer em alta, de acordo com ele. Inclusive na moda, como um todo. "Tem muita coisa que foi tendência no ano passado que as pessoas estão reciclando, por conta de economia", diz.

Justamente por isso, a folia deste ano ainda deve ser dominada pelos chapéus e arcos. Para Mendonça, a popularização desse tipo de adereço se deve à grande possibilidade criativa, com versões em florais, pompons ou temática marinha, e também pelo preço acessível. "Este vai ser o Carnaval das cabeças."

Quem também aposta nisso é a paulistana Karina de Souza Ferreira, 27. Apaixonada por artesanato, ela começou a montar as próprias tiaras e fantasias para economizar. Logo as amigas começaram a encomendar modelos e, neste ano, ela decidiu vender seus produtos personalizados em grupos do Facebook. "Coloco sempre muito glitter e as clientes adoram, quanto mais melhor", conta.

Hoje, ela mal dá conta de atender aos pedidos. As tiaras devem vir com fitinhas de paetê penduradas nas laterais. Com inspiração nos festivais internacionais de música, o quepe decorado é outro item deste Carnaval.

Jamile Farha, 24, tem uma história parecida. Grande fã do Carnaval e habituada a montar seus próprios looks para os blocos, ela começou a vender parte de suas criações no Instagram. Deu tão certo que ela precisou largar o emprego formal para dar conta da demanda de sua marca, a Maria Carnaval, que é exclusivamente dedicada às semanas de folia. "Não estava conseguindo mais me dedicar à empresa. No começo deu um frio na barriga", conta.

Ligada nas principais tendências, ela oferece itens artesanais, como os tops de paetê e brincos que ela mesma confecciona, e também revende algumas peças, como as pochetes holográficas, saias de fitas metalizadas e viseiras coloridas.

Opções parecidas aparecem também na 25 de Março, em lojas como a Bendita Seja ou a Festas e Fantasias. Bruno Casula, 32, foi até lá para tentar montar vários looks de até R$ 50, para cada dia de festa. "Os acessórios aqui são mais em conta", diz.

Já a pediatra Luisa Vieira dos Santos, 27, que também compra na região pretende gastar mais, até R$ 100 por fantasia. "No ano passado não pulei Carnaval, por isso nesse estou investindo", explica. Ao lado de duas amigas, ela tenta decidir se compra ou não os adesivos com pedrinhas brilhantes para o busto e o seio.

Além do varejo e dos produtos artesanais, as lojas de departamento também são uma opção. Marcas como Renner e Marisa têm dedicado coleções inteiras ao Carnaval e oferecem produtos como bodys, pochetes, brincos e adesivos para o corpo, inclusive na venda online.

Conteúdo relacionado: