3 tendências de marketing digital para 2021

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   
Pixabay

O comportamento dos usuários e consumidores foi alterado ao longo de 2020 devido a pandemia de covid-19; o marketing digital conta com algumas tendências que empresas voltem a se destacar entre seu público-alvo

A cada ano que passa, as tendências de marketing digital ditam como profissionais da área e empresas devem se preparar diante do mercado. Em 2021, seguir tais tendências é mais do que necessário para obter sucesso, já que com a pandemia do novo coronavírus atingindo toda a população mundial em 2020, o comportamento dos consumidores e usuários em geral na internet mudou.

De acordo com o estudo global "2021 Global Marketing Trends: Find your focus”, produzido pela Deloitte, 63% dos consumidores acreditam que vão contar mais com as tecnologias digitais daqui para frente do que antigamente. Por isso, estar online e se posicionar no universo digital passou a ser uma das maiores prioridades para as empresas que ainda não estão inseridas neste cenário. Pensando nisso, destacamos três tendências que podem te ajudar neste ano que acaba de começar:

WhatsApp

Para muitas empresas, o WhatsApp foi um excelente facilitador para o contato com clientes, seja para atendimento ou para a realização de compras online por meio do aplicativo. Para 2021, a tendência é de que o aplicativo se mantenha em destaque, especialmente a opção do WhatsApp Business, sendo uma ótima forma alternativa para desenvolver o marketing digital. A versão para negócios vem passando por diversas melhorias com o objetivo de deixar o aplicativo mais completo e trazer mais agilidade no contato e na realização de vendas, por exemplo.

SEO

Ano após ano, as técnicas de SEO (otimização para os

mecanismos de buscas) têm sido aprimoradas para se adequar às atualizações dos algoritmos do Google. Buscar por

dicas de SEO para aparecer no Google e investir em profissionais é o primeiro passo para começar a melhorar o posicionamento e começar a se destacar além dos resultados dos buscadores. Para 2021, atentar-se às novidades do Google deve ser prioridade também.

Pesquisas por voz e assistentes virtuais

Os assistentes virtuais ou por voz se destacaram em 2020. Durante a pandemia, entre março e julho, o uso de assistentes virtuais cresceu 47%, de acordo com pesquisa da Ilumeo. Além disso, as pesquisas por voz nos celulares também têm crescido consideravelmente, justamente pela utilização dos assistentes virtuais.

Pensando nisso, as empresas devem adaptar seus conteúdos para essas buscas conversacionais, já que a estrutura é diferente das pesquisas digitadas, por exemplo. Logo, as estratégias de SEO também devem ter atuação aqui, otimizando os conteúdos para atender essa nova demanda, mantendo ou aumentando o tráfego orgânico.

Conteúdo relacionado: