Confira 7 dicas para lidar com o estresse causado pela pandemia de Covid-19

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Os problemas de saúde mental estão aumentando e se agravado, segundo pesquisa da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). O levantamento aponta que os casos de depressão quase dobraram e os de estresse tiveram um aumento de 80%.

Reprodução/Engin Akyurt/Unsplash

Diante desse cenário, Alexander Bez, psicólogo e escritor, fala a respeito do assunto e dá dicas de como lidar com o estresse nesse momento de pandemia.

"Na esfera psicológica, são apenas algumas psicopatologias, que levam as pessoas a ter desfechos negativamente definitivos. O estresse se configura como uma deles, e pode ser classificado como temporário, em função de se apresentar como uma resposta emocional a algum evento externo, como no caso dessa não bem-vinda pandemia”, explica o especialista.

Alexandre pontua que esse sintoma constante provoca manifestações negativas extremas, interferindo em todo o quadro orgânico-clínico do portador. As próprias manifestações do estresse associado à pandemia, estão ligadas às medidas do isolamento social, sendo esse, pontual, atendendo à uma especificidade momentânea.

"O estresse pandêmico é mais intenso do que outras manifestações ansiosas geradas por situações do dia a dia. Como não há previsão para que as coisas voltem a ser como eram de costume, esse tipo específico de resposta física acaba sendo mais assolador”, conclui o psicólogo.

Veja abaixo sete dicas do psicólogo para lidar com o estresse neste momento de pandemia:

• Entender da onde esse transtorno está surgindo

• Fazer a inferência correta (tratamentos de sessões de psicologia e/ou de psiquiatria). Quanto mais cedo for a intervenção médica-psicológica mais chances a pessoa tem de se recuperar.

• Compreender de que o momento em que estamos vivendo é passageiro.

• Reestruturar a coragem em ter os hábitos do dia a dia, como ir ao banco, mercado etc.

• Mantenha seus contatos diários, via rede social, com seus familiares e amigos, isso diminui a sensação de solidão.

• Não confundir isolamento social com distanciamento social, esse tem a finalidade em nos proteger, mediante todas as negatividades neuróticas e psicóticas anotadas no isolamento.

• Faça as atividades que realmente gosta, use também a criatividade em casa. Use seu tempo ocioso para realizar coisas que antes não tinha disponibilidade.

Conteúdo relacionado: