Coronavírus e home office: saiba como manter a produtividade em casa

por Carolina Moraes - Folhapress
   

Em reação ao novo coronavírus, empresas como o Google e a XP recomendaram home office a seus funcionários mesmo antes de ​a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarar, nesta quarta (11), que há uma pandemia em curso no mundo.

Reprodução/Pixabay

"Além de ser um protocolo para cenários como o atual, o trabalho remoto já é visto como uma ferramenta para retenção de funcionários, que tendem a gostar dessa flexibilidade", explica Lucas Nogueira, diretor de recrutamento da Robert Half, consultoria especializada em seleção e recrutamento.

Mas, como medida protetiva , o home office tomou outras proporções para os negócios. Raphael Falcão, diretor da Hays, empresa de recrutamento, conta que muitas companhias não estavam preparadas para o aumento, na última semana, do número de funcionários que precisaram trabalhar remotamente.

"Isso é um alerta para que as empresas tenham um plano de contingência bem definido e estruturado", diz.

Quanto ao empregado, o primeiro ponto para o novo regime de trabalho funcionar é entender que o objetivo é ganhar em produtividade. "Você não perde tempo se locomovendo, por exemplo. Mas você tem que ter uma rotina preestabelecida", diz Falcão.

Especialistas ouvidos pela Folha explicam como se organizar e manter a disciplina trabalhando de casa.

Comprometa-se com as entregas e organize-se

Ao trabalhar em casa, o funcionário é responsável pelas tarefas e pela forma como irá executá-las, afirma Amelia Caetano, especialista em gestão remota do Instituto Trabalho Portátil, empresa de consultoria que implementa home office em organizações.

Segundo ela, o gestor deixa de ter o controle do que a pessoa está fazendo nesse regime e passa a ter confiança de que os prazos acordados serão cumpridos.

Para manter a disciplina e o ritmo de execução do trabalho, é importante não programar tarefas de ordem pessoal no horário reservado para o expediente, afirma o diretor de recrutamento da Robert Half. Evite agendar consertos e entregas residenciais, por exemplo.

Estabeleça uma comunicação clara com gestores e colegas de trabalho

Garantir uma boa comunicação remota entre líderes e equipe é fundamental para manter o fluxo de trabalho. Antes de começar o expediente, teste se os chats e plataformas de videoconferência usados para entrar em contato com os colegas estão funcionando.

Como sistemas próprios das empresas podem ser pesados para a internet domiciliar, geralmente mais lenta que as dos escritórios, o diretor da Hays sugere usar aplicativos de celular que funcionam com facilidade, como o WhatsApp e o Skype.

Também é importante manter seus pares avisados quando estiver ausente -é possível atualizar o status das plataformas de conversa indicando que você está almoçando até determinado horário, por exemplo.

Use símbolos para mostrar que, mesmo em casa, você está trabalhando

Principalmente para quem tem crianças, pode ser difícil estabelecer uma divisão clara entre estar trabalhando e estar disponível.

Uma forma de solucionar isso é criar símbolos para que outros moradores da residência saibam que o funcionário está em horário de trabalho.

​Amelia Caetano sugere usar um crachá no pescoço ou colocar fones de ouvido como uma forma de mostrar que está ocupado.

Crie uma lista de prioridades e termine suas tarefas antes de começar outras

Para manter a produtividade, é importante manter o foco na tarefa que está sendo realizada e, em vez de checar e-mails e ligações de forma compulsiva, estabelecer períodos para fazer essa verificação.

Planejar a agenda do dia e criar uma lista de prioridades entre as obrigações também é uma boa forma de se manter produtivo e dar conta de todos os deveres. "Se eu já sei que 50% do meu tempo é gasto com coisas que aparecem no próprio dia, eu vou programar só metade do meu período e deixar o resto para as tarefas imprevisíveis", sugere Caetano.

Organize um espaço adequado para o seu computador e teste as ferramentas de trabalho antes

As empresas que demandam home office geralmente oferecem notebooks com a segurança necessária para acessar documentos, ramais digitais e servidores próprios. Mas os funcionários também devem se atentar ao funcionamento de ferramentas fundamentais para o expediente, como a internet.

"Se eu sou um engenheiro e vou realizar uma atividade na minha casa, por exemplo, vão ser projetos que, normalmente, demandam uma boa rede. Será que minha internet suporta isso?", explica Lucas Nogueira, da Robert Half.

Em relação à infraestrutura, os especialistas indicam ter uma cadeira confortável e um notebook que esteja na altura dos olhos. É importante também que a câmera do computador esteja virada para uma parede, e não para áreas de passagem dos moradores, para que eles possam circular sem atrapalhar o andamento das chamadas de vídeo.

Nogueira também sugere fazer um check list dos acessórios fundamentais para o trabalho, como relatórios, arquivos e telefones dos membros da equipe.

Quem não dispuser de um dormitório exclusivo para home office deve procurar um espaço reservado e silencioso. "É importante para, caso alguém te ligue, você estar confortável e disponível", explica Raphael Falcão, diretor da Hays.

Mantenha hábitos saudáveis em casa - e tire o pijama

Como no home office todo o trabalho é feito em frente ao computador, o ideal é não fazer as refeições na mesma mesa e se levantar para buscar alimentos ou café. Procure também ter uma seleção de produtos saudáveis para manter uma dieta equilibrada.

A especialista do Instituto Remoto sugere fracionar o horário do almoço com um período para tirar um cochilo de 20 minutos, que ajuda a manter a produtividade.

Outra recomendação importante é tirar o pijama. Não precisar se vestir com trajes específicos para o trabalho faz com que funcionários se mantenham com as roupas que estão ao acordar. Mas, segundo Amelia Caetano, estudos mostram que o desempenho não se mantém o mesmo se não se mantiver o hábito de se arrumar para o trabalho.

Conteúdo relacionado: