Facebook lança rival do Zoom e videochamada com oito pessoas no WhatsApp

por Paula Soprana - Folhapress
   

O Facebook anunciou na tarde desta sexta-feira (24) uma ferramenta de videochamadas para rivalizar com aplicativos como o Zoom, cuja popularidade explodiu durante o isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus.

Reprodução/Pixabay

Chamada de Messenger Roms, a aplicação poderá ser usada por pessoas que não tenham conta na rede social e deve estar disponível em todos os países nas próximas semanas. Não há data definida para o lançamento no Brasil.

A companhia de Mark Zuckerberg, que deve registrar perdas publicitárias com a restrição de investimento em anúncios por diversos setores impactados pela Covid-19, acelerou o trabalho em ferramentas de vídeo com a mudança de hábito da população confinada em casa.

Desde o início da crise de coronavírus, chamadas de vídeo e áudio no WhatsApp e no Messenger mais que dobraram na comparação com a mesma época de 2019 em alguns países afetados pela doença.

Segundo o Facebook, cada sala virtual na rede social permitirá a presença de até 50 usuários e a chamada não será encerrada depois de um tempo, como acontece a usuários não pagantes do Zoom. Não vai ser necessário fazer download de nenhum aplicativo para usar o serviço.

O recurso permitirá a criação de salas que podem ser divulgadas no feed, em grupos ou eventos, possibilitando a participação de diferentes contatos da rede.

A companhia também divulgou novas opções de vídeo para jogos, para o Messenger Kids, aplicativo para crianças, e para o Facebook Dating, seu app de namoro.

No pacote de anúncios, entram videochamadas no Instagram Direct (a área de mensagens privadas do aplicativo de fotos), mudanças no WhatsApp e no Portal, o aparelho físico de videochamada do Facebook, pouco popular no Brasil.

A empresa enfatizou que as configurações de privacidade serão fáceis de manejar. O organizador de um chat poderá bloquear ou remover pessoas da videochamada.

O Zoom, que bateu 300 milhões de participantes diários em reuniões, precisou fazer uma série de adaptações para proteger sua plataforma e diminuir o risco de invasões indesejadas nas reuniões. A empresa foi criticada por desproteger a privacidade dos usuários.

Para o WhatsApp, a empresa diz que disponibilizará a opção de grupos de videochamadas com até oito pessoas. Hoje, são permitidas apenas quatro.

O Facebook também trouxe de volta o Live With, recurso de transmissão ao vivo na rede social que permite que o usuário adicione outro contato para participar. O modelo é semelhante às lives do Instagram, mas no Facebook.

Outra mudança no Instagram é a permissão para assistir a transmissões pelo desktop, mudança estratégica para abarcar pessoas que estão trabalhando em casa pelos seus computadores pessoais.

Conteúdo relacionado: