Londrina realiza 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra Mulher

por Prefeitura de Londrina
   
iStock

Desde o dia 20, até o dia 10 de dezembro, a Prefeitura de Londrina promoverá ações de conscientização sobre a garantia e defesa dos direitos das mulheres. Diversos eventos como palestras, cursos, rodas de conversa, lançamento de livro e encontro com profissionais atuantes na área serão realizados em alusão à campanha internacional 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

O objetivo é mobilizar a população e as organizações que atuam na área sobre a importância do engajamento na prevenção e eliminação da violência contra mulheres e meninas. Por isso, a campanha engloba o dia da Consciência Negra, celebrado nesta sexta-feira (20); o dia 25 de novembro, data em que é celebrado o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres; e termina no dia 10 de dezembro, ocasião em que se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Segundo a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, a campanha promoverá importantes discussões sobre a violência contra a mulher, mostrará quais são as políticas públicas existentes em Londrina e divulgará os serviços disponíveis para o atendimento das vítimas de violência doméstica e familiar. "Precisamos conscientizar a sociedade, inclusive os homens agressores, para que eles entendam o que é violência contra a mulher, masculinidade tóxica e quais são as formas saudáveis de se resolver os conflitos. Tudo isso é importante para a mudança de comportamento que tanto queremos para a nossa sociedade”, ressaltou Liange.

Todas as atividades deste ano serão transmitidas gratuitamente pela internet, por meio das redes sociais e das plataformas Google Meet e Zoom. Os eventos serão abertos a todos os interessados. Para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Rosalina Batista, a integração de vários órgãos do poder público com o Conselho Municipal e a sociedade civil é primordial para o fortalecimento das políticas públicas para as mulheres, pois são elas que ajudam a garantir a efetivação dos direitos femininos.

"Infelizmente, ainda em 2020, a violência contra a mulher é uma das principais pautas que precisa ser trabalhada. Isso é ainda mais importante durante a pandemia, pois muitos homens acham que a mulher é sua propriedade e que podem bater nela, humilhar e agirem como se fossem seus donos. Além disso, outra pauta que não pode ser esquecida é a violência social, aquela que exclui a mulher dos espaços no mercado de trabalho, no poder e na economia”, lembrou Rosalina.

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher tem o objetivo de defender os direitos humanos das mulheres, visando assegurar o exercício pleno de sua participação no desenvolvimento social, econômico, político e cultural da cidade. É um órgão ativo na elaboração de planos municipais e transversais, assim como na implementação da rede de enfrentamento à violência.

Programação - Durante os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, a Prefeitura de Londrina realizará diversas ações. Confira, abaixo, o cronograma da campanha na cidade:

Conteúdo relacionado: