Quase todos os brasileiros usam celular para acessar a internet, diz IBGE

por Diego Garcia - Folhapress
   

Quase todos os brasileiros utilizavam o celular como equipamento para acessar a internet em 2018, ao mesmo tempo em que cresceu o percentual de pessoas que tinham celular próprio.

Reprodução/Pixabay

É o que mostra a pesquisa TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), um suplemento da Pnad Contínua, pesquisa domiciliar de abrangência nacional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta quarta-feira (29).

De acordo com o levantamento, em 99,2% dos domicílios com serviço à internet em 2018, o celular era utilizado para este fim. Esse número representa 0,5 ponto percentual a mais do que a marca do ano anterior.

A pesquisa mostra que, entre 2017 e 2018, na população de 10 anos ou mais de idade que utilizou a Internet, o percentual de pessoas que usaram o celular para acessar a internet passou de 97,0% para 98,1%, aproximando-se mais da totalidade.

Segundo o IBGE, o acesso à internet por meio da telefonia móvel celular é um recurso de comunicação e de obtenção de informação que vem sendo visto cada vez mais como integrante do cotidiano de um número crescente pessoas.

Além disso, o levantamento aponta que houve acelerado crescimento do contingente que tem telefone móvel celular com a funcionalidade de acesso à internet e que esse processo foi mais intenso em áreas rurais.

Entre a população que tinha telefone móvel celular para uso pessoal no país, a parcela que tinha acesso à internet por meio desse aparelho na área rural aumentou de 64,1% para 73,4%. Já na área urbana, a evolução foi de 86,6% para 90,2%

Em 2018, a pesquisa mostrou que o percentual de domicílios com internet em que o telefone móvel celular era utilizado para acessá-la alcançou 99,4% em área rural, e 99,2% em área urbana.

Na análise dos números sobre aqueles que utilizaram somente o telefone móvel celular para acessar a internet, a comparação mostra um crescimento mais acentuado. Em 2016, esse indicador estava em 38,6%, subiu para 43,3% em 2017, e passou para 45,5% em 2018.

Ao mesmo tempo que aumentaram o uso da internet e o uso único do celular para essa finalidade no Brasil, cresceram também o percentual da utilização de mensagens de texto (de 95,5% para 95,7%) e de chamadas de voz ou vídeo (de 83,8% a 88,1%).

A utilização da internet em qualquer lugar cresceu principalmente entre as pessoas mais velhas. Na faixa etária de 55 a 59 anos, 64,2% do público utiliza a internet, bem mais do que os 55,3% de 2017. Já entre aqueles acima de 60 anos, subiu 7,5 ponto percentual, indo de 31,2% em 2017 para 38,7% em 2018.

De uma maneira geral, aumentou a quantidade de domicílios que utilizavam a internet no Brasil, chegando a 79,1%, um crescimento em comparação aos 74,9% de 2017.

Por outro lado, sofreu redução o total de brasileiros que tem como finalidade do acesso à internet enviar ou receber e-mails, indo de 66,2% em 2017 para 63,2% em 2018.

Conteúdo relacionado: