Como é calculada a nota do ENEM?

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   

Para saber o resultado final da nota no Exame Nacional do Ensino Médio, não basta apenas somar o número de aceitos na prova. Para se chegar à nota das questões objetivas, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) adota a TRI (Teoria de Resposta ao Item).

Shutterstock

De acordo com esse método, as questões da prova têm pesos diferentes, conforme o seu grau de dificuldade. Assim, dois candidatos que acertaram o mesmo número de questões podem ter notas diferentes - terá uma nota maior aquele que tiver acertado o maior número de questões consideradas mais difíceis.

Segundo a assessoria do Inep, esse método é usado com o objetivo de priorizar a coerência no desempenho dos estudantes.

Já a redação do Enem é corrigida por dois professores, sem que o candidato seja identificado. Se a média entre as duas notas atribuídas for superior a 100 pontos, um terceiro professor fará a avaliação.

A redação do Enem 2019 avalia cinco competências: 1. domínio da escrita formal; 2. desenvolvimento do tema em estilo dissertativo-argumentativo; 3. relacionar, organizar e interpretar informações e argumentos em defesa de uma opinião; 4. conhecimento de mecanismos linguísticos para construir a argumentação e 5. elaboração de proposta de intervenção para o problema proposto, com respeito aos direitos humanos. Textos com até sete linhas ou que fogem ao tema estão entre os critérios para zerar a redação.

Além da redação, o exame é composto de mais quatro provas, nas áreas de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias. No total, são 180 questões objetivas.

Cada prova possui a nota máxima de 1000 pontos.

O resultado do Enem será disponibilizado nesta sexta-feira (17) no site do Inep.