Escolas municipais recebem Programa de Prevenção às Drogas

por Redação Bonde com N.Com
   

Para trabalhar medidas educativas sobre prevenção às drogas com os alunos da rede municipal de ensino, nesta quinta-feira (13), a Escola Municipal Eurides Cunha, recebeu integrantes do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), do Batalhão de Patrulha Escolar (BPEC), da Polícia Militar do Paraná (PM). O encontro marcou a abertura oficial da parceria entre a PM e a Secretaria Municipal de Educação.

O objetivo é conversar com os todos os alunos matriculados nos quintos anos, da rede municipal, sobre as drogas, a violência, seus perigos e armadilhas.

Para isso, os profissionais de segurança ministram, ao todo, 10 aulas com cerca de 40 minutos cada uma. Em cada uma delas, os policiais repassam informações diferentes como, por exemplo, sobre bullying, comunicação verbal e não verbal, pressão sofrida pelas crianças, a importância da construção de uma rede de ajuda, sobre como pesar os prós e contras de cada decisão, qual a postura adequada diante de cada situação, entre outros assuntos relevantes.

Com isso, o programa prepara as crianças para fazerem escolhas seguras e responsáveis na autocondução de suas vidas, de forma que consigam utilizar as estratégias mais adequadas para resistirem à oferta desses ilícitos e do uso da violência. Segundo o primeiro tenente da Polícia Militar, Renan Rodrigues do Prado, é possível perceber a diferença entre as crianças que passam pelo PROERD e aquelas que não participaram do programa, pois o número de jovens que experimentam drogas tendo recebido as orientações dos policiais é bem menor do que o restante.

Durante as palestras, os policiais militares ensinam habilidades que permitem aos alunos evitarem influências negativas e trabalham em prol do estabelecimento de relações positivas, com base na confiança e na humanização, entre os jovens e policiais militares, professores, pais, responsáveis legais e outros líderes da comunidade escolar.

Três integrantes do Batalhão de Patrulha Escolar vão até as unidades escolares, e cada um deles conversa com uma turma de quinto ano, na presença da professora regente responsável pelas crianças. Ao todo, esse procedimento será realizado em 10 aulas por turma de quinto ano. Assim, finalizado o primeiro bloco de escolas, os profissionais de segurança agendam novas visitas às demais unidades escolares, até que todas tenham recebido as ações do projeto. Por isso, o programa deve ser realizado até o final do ano e início do próximo.

A primeira escola municipal de Londrina a receber o PROERD, nesta edição, foi a Zumbi dos Palmares, que fica na Rodovia João Alves da Rocha Loures, 3.655, no Conjunto União da Vitória. Os alunos receberam os militares na segunda-feira (3). Já nas Escolas Municipais Atanázio Leonel, Professora Cláudia Rizzi e América Sabino Coimbra as atividades serão realizadas sempre nas quarta-feiras. Em seguida, na quinta-feira, é a vez dos alunos das Escolas Municipais Eurides Cunha e José Garcia Villar. Finalizando a semana, nas sextas-feiras, os estudantes dos quintos anos das Escolas Professora Jovita Kaiser e Professor Juliano Stinghen realizam as atividades do programa.

História - O PROERD surgiu no Paraná no ano de 2000 e foi aplicado em Londrina durante anos, porém, há mais de 10 anos, ele ficou interrompido. Ao todo, mais de 1.6 milhão de crianças já passaram pelo programa no Paraná. Atualmente, na região próxima a Londrina, estão participando os municípios de Apucarana, Arapongas, Ibiporã, Jataizinho. A iniciativa da PM é uma complementação pedagógica em prol do desenvolvimento da cidadania e segue o disposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de acordo com os objetivos dos parâmetros curriculares, definidos pelo Ministério da Educação (MEC).