Mary-Kate Olsen pediu divórcio quando banqueiro levou ex-mulher para morar com eles

por Folhapress
   

A gota d'água para a atriz Mary-Kate Olsen, 33, pedir a separação do banqueiro Pierre Olivier Sarkozy, 51, foi o fato de ele levar a ex-mulher, Charlotte Bernard, e seus dois filhos para morarem com o casal em uma mansão em Hamptons, no estado de Nova York, durante a pandemia do novo coronavírus.

Reprodução/Instgram/@mkastyle

A informação foi divulgada nesta quarta (27) pelo Page Six. "Talvez os franceses tenham uma visão diferente do casamento e, embora Mary-Kate ame os filhos de Sarkozy, era demais ter a ex-mulher dele morando com eles durante a pandemia", disse uma fonte ao site. O banqueiro francês é meio-irmão do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, 65.

Segundo outra fonte ouvida pelo Page Six, Pierre Olivier Sarkozy estava preocupado com a segurança da ex-mulher e dos filhos em Nova York e teria insistido com a atriz que queria levá-los para a casa em Hamptons. "Não há romance entre Charlotte e Olivier, ele quer manter todos a salvo da Covid-19", disse.

Para Mary-Kate Olsen, porém, a decisão do marido foi a gota d'água para o pedido de separação. Além de Charlotte e dos dois filhos, a mãe do banqueiro também foi morar nos Hamptons. Segundo o Page Six, depois de deixar a mansão do ex-marido avaliada em US$ 5 milhões (R$ 26,4 milhões), a atriz se mudou para uma outra propriedade nos Hamptons, que alugou para passar o verão por US$ 325 mil (R$ 1,7 milhão). Anteriormente, outra fonte tinha dito ao site que teria sido Sarkozy o responsável por acabar com o casamento ao cancelar o pagamento do aluguel do apartamento de Mary-Kate em Nova York, sem o conhecimento dela.

Segundo o TMZ, a atriz quis dar início ao processo do divórcio em meados de abril, mas a Justiça avisou que, por causa da pandemia do novo coronavírus, não estava aceitando pedidos de divórcio. A atriz entrou com uma ordem judicial de emergência para acelerar as coisas e pediu que o acordo pré-nupcial entre eles fosse mantido.

Conteúdo relacionado: