Bailarina usa a literatura como inspiração para seus espetáculos de dança

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Há mais de vinte anos, a bailarina e coreógrafa Jussara Miller, de Campinas (SP), utiliza a literatura como inspiração para seus espetáculos de dança. A linguagem não-verbal acaba por revelar o conteúdo do silêncio que procede a palavra no momento da leitura.

"O que me sensibiliza eu levo para o movimento", ela diz. E aos poucos se constrói um universo visual e lírico no palco. Assim é "Cá entre Nós", na programação do 12º Festival de Dança de Londrina nesta quinta (9), às 20 horas, no Circo Funcart.

Desta vez, a escritora escolhida foi a mineira Adélia Prado, conhecida por revelar a profundidade

oculta em temas simples e cotidianos. Jussara Miller, na companhia do fotógrafo Christian Laszlo e do diretor Norberto Presta levaram toda a obra de Adélia para a sala de ensaio - da poesia à prosa, passando pelos livros infantis. "Eu temia que o espetáculo se tornasse muito regionalista, porque a obra de Adélia é muito mineira, mas percebemos como ela consegue fazer uma poesia universal, que fala do ser humano e da vida em plenitude", explica a bailarina.

A partir da leitura, Jussara partiu para um processo que chama de "sensibilização" - ela nega termos como a tradução ou a adaptação. Isso porque parte das palavras da autora para despertar suas próprias memórias e experiências. O que se mostra ao público é um misto de literatura e autoficção. Neste jogo, aparecem não só os lances coreográficos, mas também a voz e o gesto. Jussara diz alguns textos de Adélia, já outros depoimentos da autora são inseridos em áudio. Norberto Presta realiza a organização desta dramaturgia de fragmentos.

O uso da fotografia acentua as minúcias visuais do espetáculo e a construção poética do movimento. Os estados corporais colocam-se em diálogo com imagens projetadas no cenário

desde o início até o fim de "Cá entre nós". "O Christian (que assina as fotografias) também leu toda a obra e trouxe as imagens a partir de sua própria sensibilização. Tem fotos de homens, mulheres, casais, brinquedos, objetos masculinos e femininos", explica Jussara. As projeções buscam uma plasticidade próxima da "brasilidade" ou da "mineirice" de Prado.

Contribui para os efeitos visuais o jogo de sombras, transparências de tecidos e a iluminação, que criam um elã fabular em torno da performance, premiada pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo - PROAC, em 2010.

O diálogo interartes - característico não só deste trabalho, mas de toda a obra de Jussara Miller - enquadra-se na linha curatorial do Festival de Dança de Londrina, que cada vez mais pensa a arte do movimento a partir das interfaces com outras linguagens. "Eu defino a dança contemporânea justamente pela abrangência e diversidade, pela não-fronteira entre as artes, pelo diálogo", opina Jussara, que vem pela primeira vez a Londrina.

A bailarina - Jussara Miller tem doutorado em dança pela UNICAMP. É bailarina, coreógrafa e docente do Curso de Pós Graduação na Técnica Klauss Vianna, na PUC-SP, em São Paulo. Jussara, aliás, estudou com o próprio Klauss e com seu filho Rainer Vianna - mestres dos quais extraiu a fonte de inspiração para todo o seu trabalho.

"Com o Klauss eu aprendi a valorizar a presença. A presença na vida, na cena, na sala de aula. Você tem de perceber o momento presente, desligar o piloto automático", destaca Jussara.

Ela utiliza a técnica como base pedagpogica do Salão do Movimento, estúdio no qual é diretora e professora em Campinas (SP). É autora dos livros: "A Escuta do Corpo: sistematização da Técnica Klauss Vianna" (Summus, 2ª ed, 2007) e "Qual é o corpo que dança? Dança e Educação Somática para adultos e crianças" (Summus, 2012).

Serviço

Cá entre nós

Jussara Miller

(Campinas-SP)

Dia: 9 de outubro (quinta-feira)

Horário: 20 horas

Local: Circo Funcart

Duração: 60 minutos

Classificação indicativa: 10 anos

Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia)

Serviço geral do evento:

12º Festival de Dança de Londrina

Londrina 80 anos

De 2 a 11 de outubro

Espetáculos e atividades formativas

www.festivaldedancadelondrina.art.br

Informações: (43) 3342-2362

Pontos de vendas:

- Secretaria da Funcart

Rua Senador Souza Naves, 2380

Fone: (43) 3342-2362

Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8 às 20 horas, e aos sábados, a partir das 13h30.

- Loja Shop Ballet

Rua Pio XII, 64 - loja 3

Fone: (43) 3323-4717

Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, e aos sábados, das 9 horas ao meio-dia.