Ballezinho traz universo dos gibis para os palcos

Em "HQ", Ballezinho de Londrina enfrenta o desafio de transpor o universo dos cartoons para os palcos

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   

Abrem-se as cortinas e é como se folheássemos as páginas de um imenso gibi. Entram em cena vilões, heróis, cowboys, personagens infantis e lutadores de mangás. A diferença é que a ação que os quadrinhos sugerem em imagens estáticas ganha movimento por meio da dança. Assim é "HQ", espetáculo que o Ballezinho de Londrina apresenta nesta sexta (14), sábado (15) e domingo (16), e no próximo final de semana (21, 22 e 23), sempre às 20 horas, no Circo Funcart (R. Senador Souza Naves, 2380). Os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia-entrada).

Para a montagem, o grupo liderado pelo diretor Wagner Rosa realizou pesquisas sobre os criadores e as modalidades de quadrinhos ao longo da história. Optaram por estruturá-la com base nos diversos gêneros - infantil, western, aventura e super-heróis. "É um espetáculo leve, para as pessoas passarem bons momentos, para lembrarem personagens que marcaram as suas vidas. Foi uma viagem muito prazerosa para nós", define Rosa.

Segundo ele, o maior desafio do Ballezinho foi traduzir para a dança uma linguagem estática. "O que o gibi traz é o movimento imaginário e a fala, que ajuda a deslindar o enigma do desenho", explica. Aí entrou a pesquisa do grupo que, com 15 anos de trajetória, aprofunda-se na desconstrução e reconstrução da dança a partir do desgrenhamento de estéticas virtuosísticas, como a do balé clássico.

"Investigamos mecanismos e formas de tornar a encenação funcional, pois o HQ é uma linguagem com um universo muito grande, com muitas possibilidades", diz. Em cena, o diretor optou pelo uso de biombos e elásticos que, no palco nu, acabam servindo de molduras para quadros que se passam de modo célere aos olhos do espectador. Inevitavelmente, o grupo extravasa os limites da dança e lança mão de instrumentos como a mímica e o teatro. Recursos multimeios também são chamados para animar a coreografia.

Nascido na década de 70, o coreógrafo conta que os quadrinhos foram leituras recorrentes em sua infância, sobretudo os sucessos de Ziraldo, da Turma da Mônica e os desenhos de Walt Disney. O espetáculo foi uma oportunidade de voltar às origens e de pesquisar o mosaico de referências, que vão do detetive mascarado Spirit a Superman.

Divulgação

"HQ" configura-se como uma homenagem do Ballezinho de Londrina aos criadores e apaixonados pelos quadrinhos. A montagem estreou em setembro de 2012 e retorna agora aos palcos com algumas mudanças no elenco. "A dramaturgia da dança sempre adquire uma cara nova pois incorpora as características de cada intérprete. Além disso, ao longo dos 8 meses desde a estreia, e de mais de um ano de ensaios, o espetáculo ganha maturidade e os bailarinos já estão mais à vontade para trabalhar o humor", explica Wagner. A montagem contou com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC) no ano passado.

Serviço:

HQ - Ballezinho de Londrina

Dias 14, 15, 16, 21, 22 e 23 de junho

Às 20 horas

No Circo Funcart (R. Senador Souza Naves, 2380)

Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)

Informações: (43) 3342-2362