Billie Eilish consegue ordem de restrição contra fã obcecado

por Folhapress
   

A cantora norte-americana Billie Eilish, 18, conseguiu uma ordem de restrição de 200 metros contra um fã obcecado por ela que já foi na porta de onde ela mora sete vezes nos últimos dias, diz o site TMZ. Segundo o site, Billie apresentou documentos legais com a ajuda de um escritório de advocacia com os quais alegava que o tal fã de nome Prenell Rousseau, de 24 anos, começou a aparecer repetidamente em sua casa, nos Estados Unidos.

Reprodução / Instagram

Ela conta que o invasor fez a sua primeira aparição na segunda-feira (4). Na ocasião, tocou a campainha repetidas vezes. Quando foi atendido pelo interfone, disse ter a certeza de que Billie morava lá.

Mas nem mesmo a informação dada pelo pai de Billie de que ela não residia no imóvel fez com que o invasor ficasse longe da casa. Ele voltou às 21h daquele dia e começou a se comportar de uma forma diferente. Ele sentou na varanda e começou a ler um livro e negava se retirar mesmo com os pedidos.

Após ser espantado pelos seguranças, retornou pela terceira vez e resolveu se deitar na parte de trás do muro da casa para dormir. No dia seguinte ele voltou a tentar forçar a maçaneta para entrar na casa de Eilish. Ao todo foram sete as tentativas de entrar na casa em uma semana, segundo o TMZ. O rapaz foi levado pela polícia duas vezes, mas liberado em seguida.

Na manhã desta segunda (11), Eilish conseguiu na Justiça uma ordem de restrição do fã para ela e família de 200 metros. Ele não pode estabelecer nenhum tipo de contato.

Billie Eilish tem uma relação boa com seus fãs. Recentemente, falou abertamente sobre sua depressão e alguns dos momentos mais difíceis pelos quais passou em sua vida. Superada a doença, a cantora agora quer ajudar os fãs que sofrem com o mesmo problema.

Em entrevista ao programa norte-americano CBS This Morning, ela afirmou que procura incentivar a prática do amor-próprio para seus seguidores nas redes sociais. "Eu apenas os agarro pelos ombros e fico tipo: 'Por favor, cuide-se e seja bom consigo mesmo, seja gentil consigo mesmo", disse ela em entrevista no começo de 2020.

A cantora americana foi a grande vencedora do Grammy, realizado em 26 de janeiro de 2020. Ela levou para casa os quatro prêmios principais da noite, tornando-se a primeira mulher a conseguir tal feito: música do ano, gravação do ano, álbum do ano e artista revelação. Elish foi a artista mais jovem a ser indicada às quatro grandes categorias do Grammy.

Conteúdo relacionado: