Gusttavo Lima diz que fumou maconha em viagem a Amsterdã

por Folhapress
   
Reprodução / Instagram

O cantor Gusttavo Lima, 30, fez mais uma live neste final de semana, e aproveitou para contar uma história sobre a primeira, e única, vez em que fumou maconha. Segundo ele, foi em 2011, em Amsterdã, na Holanda, e quase o fez perder um show. "Foi o pior dia da minha vida. Nunca mais coloco isso na boca de novo", afirmou.

Gusttavo, que compartilhava o palco com outros artistas na hora, afirmou que não haveria problema contar a história durante a live porque seus fãs "não têm mimimi" e disse que ele não guarda segredo de quem gosta dele, contando inclusive sua experiência caminhando pelas ruas da cidade, "que tem aqueles puteiros".

O músico contou que estava acompanhado do empresário, do irmão, Luciano, além de alguns amigos, quando resolveu experimentar maconha. "Eu dei um tapa nesse trem, esperei um, dois minutos, e nada. Aí dei uns cinco tragos, caprichados. Passou uns cinco minutos, aí senti que a cadeira deu uma flutuada."

"Pensa numa larica... Foi o pior dia da minha vida. Nunca mais coloco isso na boca", afirmou ele, que confessou quase ter perdido o show que aconteceria naquela noite. "Eu passei no hotel pra tomar banho, mas quem disse que eu dava conta. Encostei na cama e fiquei. Eu estava ruim, ruim, minha cabeça a mil", completou.

Gusttavo continuou a história e disse que chegou a comer umas 170 coxinhas, "aquelas pequenininhas", antes de subir no palco, e que começou a melhorar apenas depois da terceira música. "Foi uma vez na vida, pra nunca mais. Deu uma depressão tão grande", desabafou ele.

O músico já provocou polêmica em outras lives, chegando inclusive a ser advertido pelo Conar, órgão de regulamentação publicitária, após o excesso de bebidas alcoólicas. Devido às críticas, Gusttavo Lima chegou a dizer que não faria mais lives e que sua intenção era apenas mostrar sua vida em casa.

Conteúdo relacionado: