'Brooklyn Nine-Nine' tem roteiro reescrito após protestos contra racismo

por Folhapress
   

O ator Terry Crews, 51, do elenco de "Brooklyn Nine-Nine", revelou que a série cômica sobre um departamento de polícia em Nova York terá alguns de seus episódios da oitava temporada reescritos, após os diversos protestos anti-racismo que aconteceram nos Estados Unidos e no mundo. A intenção é que os episódios reescritos abordem o movimento Black Lives Matter, embora os roteiristas ainda não saibam por qual caminho seguir.

Reprodução

"Nós tivemos papos sérios e conversas profundas, e esperamos que isso nos leve a fazer algo realmente inovador. Temos uma oportunidade e queremos usá-la da melhor maneira possível", disse Crews em entrevista ao Access Daily. A 8ª temporada da série, confirmada no fim de 2019, ainda não tem data de estreia definida.

"Brooklyn Nine-Nine" já abordou os temas de racismo e violência policial em episódios passados, como em um que o argento Terry (interpretado por Terry Crews) é abordado violentamente por outro policial, por causa de sua cor de pele.

Antes de ser famoso, o ator passou por uma situação semelhante, em que policiais de Los Angeles chegaram a apontar uma arma para a sua cabeça. "Isso é algo que todo negro já passou e é difícil fazer outras pessoas entenderem", diz.

"O que está acontecendo é um movimento Me Too [movimento feminista] da América negra. Sempre soubemos o que estava acontecendo, mas agora os brancos estão começando a entender. O vídeo de [George] Floyd abriu a cabeça do mundo, porque agora você experimentou aquilo e você passou pelo trauma que a América negra tem passado", acrescentou.

Conteúdo relacionado: