Athletico recebe o desfalcado Goiás para segurar liderança

por Folhapress
   
Reprodução / Instagram

Na liderança do Campeonato Brasileiro após a primeira rodada, o Athletico-PR enfrenta o Goiás nesta quarta-feira (12), às 19h15, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do torneio. Essa é a primeira vez desde a estreia no Brasileirão de 2018 que o time rubro-negro ocupa o topo da tabela. Na ocasião, o clube chegou ao fim das 38 rodadas com a sétima colocação.

Os planos do Athletico para esse Brasileiro é justamente esse, de repetir, ou até mesmo melhorar, o bom desempenho alcançado nos últimos dois anos -em 2019, o time terminou o torneio em quinto. Para essa missão, o Athletico apostou em Dorival Júnior, que passou o ano passado se recuperando de um câncer.

Esta é a primeira vez que o veterano treinador tem a oportunidade de começar um trabalho do zero desde sua primeira passagem pelo Santos, em 2010, quando ganhou um Campeonato Paulista e uma Copa do Brasil.

Até o momento, seu trabalho no Athletico pode ser considerado satisfatório. Dorival já contava com três vitórias em seis jogos antes da interrupção por conta da pandemia do novo coronavírus. Após a retomada do futebol, já são cinco vitórias, dois empates e nenhuma derrota, além do título paranaense, conquistado semana passada.

Seu principal desafio neste Brasileirão será o encaixe do time com o campeonato em andamento. Prova disso foi a necessidade de iniciar o campeonato com reservas, para dar um descanso a alguns titulares após a final do Paranaense. Com a ajuda do principal destaque do time, Nikão, o time misto conseguiu bater o Fortaleza por 2 a 0 no Castelão.

"Foram sete jogadores que não atuaram na quarta-feira, mas a equipe manteve o mesmo padrão, com posse de bola e os mesmos conceitos da equipe principal. Espero que mantenhamos a postura e melhoremos a cada momento", observou Dorival após a vitória de sábado (8).

Como adversário, o Athletico-PR enfrentará um time que vem com muitos problemas desde a primeira rodada. O Goiás não pôde estrear no domingo passado (9), contra o São Paulo, por causa dos testes positivos para Covid-19 em dez jogadores -o duelo foi adiado por meio de uma liminar no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

A situação não se alterou, e o Goiás segue com muitos problemas para encarar o Athletico, pois, nesta terça, o clube divulgou que há 11 atletas em seu elenco contaminados pelo novo coronavírus. Dez deles foram revelados na segunda-feira (10) pelo centroavante Rafael Moura: David Duarte, Gilberto, Jeferson, Keko, Lucão do Break, Ratinho, Sandro, Tadeu e o próprio Rafael Moura.

A boa notícia para o Goiás é a presença de sua dupla de zaga titular. Fábio Sanchez, que teve teste positivo para a Covid-19 no sábado passado, teve a contraprova negativa. Seu companheiro na defesa será Rafael Vaz, que está recuperado de lesão muscular.

ATHLETICO-PR

Santos; Jonathan (Khellven), Thiago Heleno, Felipe Aguilar, Abner; Wellington, Marquinhos Gabriel, Léo Cittadini; Nikão, Vitinho (Geuvânio), Vinícius Mingotti. T.: Dorival Júnior

GOIÁS

Marcelo Rangel; Yago Rocha, Fábio Sanchez, Rafael Vaz, Heron; Breno, Luiz Gustavo, Daniel Bessa; Vinícius Lopes, Douglas Baggio, Victor Andrade. T.: Ney Franco

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Horário: 19h15 desta quarta-feira

Juiz: Diego Pombo Lopez (BA)

Conteúdo relacionado: