Espanhol pode voltar no fim de maio ou início de junho, diz presidente

por UOL/Folhapress
   

Javier Tebas, presidente da LaLiga (Campeonato Espanhol de futebol), considera o retorno da competição para o fim de maio ou início de junho. O mandatário descartou totalmente o cancelamento do torneio. A manifestação ocorreu em entrevista à imprensa estrangeira e foi divulgado pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Freepik

"Estamos considerando voltar a jogar na Espanha, como em outros países. Em 29 de maio, ou, alternativamente, em 6 ou 28 de junho. Se começarmos em maio a LaLiga, em julho retomamos a Liga dos Campeões. Se começarmos em junho, todas as competições serão disputadas juntas até 31 de julho", disse.

"Com essas datas, obviamente, há tempo para recomeçar e treinar novamente, respeitando o protocolo que projetamos para retomar atividade. Não gostaríamos de ir além de agosto. E é óbvio que tudo isso afetará a próxima temporada", completou.

Tebas ainda tratou do calendário e descartou totalmente o cancelamento da temporada.

"Três possibilidades estão sendo exploradas. A primeira, se você começar no final de maio, é disputar as competições nacionais em junho e as internacionais em julho. A segunda, se começarmos no início de junho, é disputar todas as competições juntas até o final de julho. E a terceira, com o retorno ao campo no final de junho, prevê o campeonato em julho e as copas da Europa em agosto", explicou.

"[Cancelar a temporada] É algo que só me aparece quando durmo, como um pesadelo. Quando estou acordado, isso nunca me ocorre. Nem na Espanha, nem na Europa essa possibilidade foi pensada. Só pensaremos nisso quando não pudermos mais jogar. Hoje é um debate estéril que gera apenas conflito de interesse, como está acontecendo em outros países. Nenhuma liga grande ou média precisa iniciar esse debate agora", acrescentou.

O Campeonato Espanhol foi paralisado em razão da pandemia de Covid-19 ao fim da 27ª rodada rodada. O Barcelona lidera a competição com dois pontos a mais que o Real Madrid, o colocado. O Sevilla aparece em terceiro com 11 pontos a menos que o líder.

Conteúdo relacionado: