Higuaín pode deixar a Juventus para jogar com irmão nos EUA, diz jornal

por UOL/Folhapress
   

Gonzalo Higuaín pode deixar a Juventus para jogar com o irmão, Federico Higuaín, no DC United, dos Estados Unidos. Segundo os jornais Corriére dello Sport e Washington Post, a negociação ainda está em fase inicial. Higuaín voltou à Itália após passar o período de quarentena na Argentina. Além de ser liberado em razão do isolamento social necessário na pandemia de coronavírus, ele recebeu autorização para acompanhar a recuperação da mãe, Nancy, que luta contra uma doença grave.

Reprodução/Instagram/@ghiguain20_9

Enquanto retoma os treinamentos na Juventus, o assunto principal é a renovação de contrato, aponta o Corriére dello Sport. Com vínculo apenas até o ano que vem, ele é alvo de ofertas e sondagens. O retorno ao River Plate chegou a ser tratado, num acordo que levaria uma promessa do clube argentino para Juve, mas não avançou. Ainda que o pai, Jorge, acredite que o centroavante irá cumprir seu contrato com a Juve, as negociações para saída seguem ocorrendo.

De acordo com Washington Post, o irmão de Gonzalo, Federico Higuaín, que acumula funções de jogador e auxiliar técnico no DC United, fez um convite para que eles atuem juntos. A negociação ainda está em fase inicial. Porém, a Juventus já trabalha com possíveis substitutos e avalia investidas em Milik, do Napoli, Icardi, da Inter de Milão que está emprestado ao PSG, e Haaland, do Borussia Dortmund que também é alvo do Real Madrid.

Irmão menos famoso de Higuaín, Federico tem 35 anos e passagens por uma série de clubes, como River Plate, Independiente, América do México, e Colón. Desde 2012 ele atua nos Estados Unidos, primeiro pelo Columbus Crew e agora no DC United. Já Gonzalo, 32, tem oito gols em 34 jogos pela Juventus na atual temporada. Na carreira, também tem passagens por Milan, Real Madrid, Chelsea, Napoli e River Plate.

Conteúdo relacionado: