FEL divulga resultado preliminar do 2º edital do FEIPE

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Foi divulgado nesta terça-feira (7), o edital com resultado prévio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (FEIPE) 2020. O documento poderá ser acessado no Jornal Oficial, edição n° 4038. Neste edital, o município disponibilizou R$ 4.151.500,00.Os 39 projetos habilitados seguem para a próxima fase, quando serão convocados mediante publicação no Jornal Oficial para dar continuidade ao processo. Já os projetos não habilitados, e os habilitados, mas não aprovados poderão entrar com recurso até esta quinta-feira (9).

Divulgação

O prazo para entrega dos recursos começa hoje (8) a partir das 12 horas até às 18 horas, e segue até amanhã (9) das 12 às 17 horas. É necessário o agendamento prévio via telefone (3372-9191), para que não haja aglomeração. O recurso deverá ser entregue pessoalmente na sala da coordenadoria técnica, sala 10 da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), localizada na rua Gomes Carneiro, 315.

A contestação por meio de recurso poderá ser feita em casos de não concordância da interpretação do CAFEL. Não serão atendidos pedidos para inclusão de documentos ausentes na apresentação do projeto.

Para o presidente da FEL, Sandro Henrique Moreira, o número de aprovados foi considerado baixo.

"Em relação a nossa expectativa, tivemos poucos projetos habilitados, acreditávamos ter mais entidades aprovadas. Foram identificados muitos erros na parte da contrapartida, a princípio porque não houve uma reanálise dos projetos a serem apresentados novamente. Ao todo tivemos 39 habilitados, 6 habilitados e não aprovados, pois perderam na questão de desempate por ter concorrência em sua modalidade, 36 inabilitados e duas modalidades desertas”, frisou.

O presidente comentou a possibilidade de abertura de um novo edital. "A ideia é abrir um terceiro edital, com valores um pouco menores, para que assim se contemple o maior número de modalidades possíveis. Sabemos que estamos vivendo um momento de pandemia, por conta do novo coronavírus, mas as Federações, o Estado e os jogos oficiais sinalizam que o 2° semestre desse ano será bem intenso em relação a competições, por isso o objetivo de manter os trabalhos. Temos a ciência que vários atletas e técnicos estão dando continuidade aos seus treinamentos, mesmo individualmente, e por isso a ideia de intensificar o trabalho e abrir um terceiro edital, para que mais entidades possam ser atendidas”, frisou.

Conteúdo relacionado: