George Russell, da Williams, substitui Lewis Hamilton em Sakhir

por Folhapress
   
Reprodução / Instagram

A Mercedes anunciou que o britânico George Russell será o substituto de Lewis Hamilton no Grande Prêmio de Sakhir. O heptacampeão está com coronavírus e perderá pelo menos a etapa deste final de semana da Fórmula 1.

Russell é piloto da Williams, que é parceira da Mercedes e o liberou. Em seu segundo ano na categoria e andando com o carro mais fraco do grid, ele ainda não pontuou na carreira, embora nunca tenha sido mais lento que seu companheiro de equipe -Robert Kubica no ano passado, e Nicholas Latifi na atual temporada- em classificações desde que estreou.

Aos 22 anos, ele pilotará o melhor carro do grid neste final de semana, ao lado de Valtteri Bottas, e se tornará apenas o quinto piloto diferente a andar com a Mercedes desde 2010, quando os alemães voltaram como equipe à F-1.

Em suas mídias sociais, o britânico celebrou a oportunidade: "[...] poucas pessoas têm a sorte de pilotar na F-1 todos os anos. E eu vou ter a chance de pilotar por dois times! Estou inacreditavelmente agradecido pela oportunidade dada pela Williams e Mercedes".

"Primeiramente, gostaria de agradecer enormemente a Williams por me dar essa oportunidade. Posso estar usando um macacão diferente neste final de semana, mas sou um piloto da Williams e estarei torcendo para minha equipe a todo momento. Vejo isso como uma grande oportunidade para aprender com o melhor time do grid no momento e voltarei como um piloto melhor, com mais energia e experiência para empurrar a Williams mais para cima do grid", disse.

"E agradeço também à Mercedes por colocarem sua fé em mim. Obviamente, ninguém pode substituir Lewis, mas vou dar meu melhor para a equipe em sua ausência, desde o momento em que eu subir no carro. O mais importante é desejar a ele uma rápida recuperação. Realmente estou animado com essa oportunidade e mal posso esperar para entrar na pista", acrescentou.

Membro do programa de jovens pilotos da Mercedes, Russell foi campeão da Fórmula 2, categoria de acesso da F-1, derrotando Lando Norris, hoje na McLaren, e Alex Albon, da Red Bull, na ocasião.

Ele é considerado um dos grandes talentos da nova geração, e tem demonstrado muita força nas classificações, embora tenha cometido alguns erros nos domingos. O pior deles foi bater sozinho atrás do Safety Car, com pneus frios, durante o GP da Emilia Romagna.

A estreia de Russell na Mercedes vai fazer com que outro britânico, Jack Aitken, tenha sua chance na Williams. O piloto de 25 anos, que está na Fórmula 2, era o reserva natural da equipe, e tem ascendência coreana e britânica.

"Estou empolgadíssimo por ter a oportunidade de fazer minha estreia com a Williams neste final de semana e estou extremamente contente por George ter essa chance também! Ter minha chance de ajudar a equipe a tentar pontuar é algo extremamente satisfatório, para dizer o mínimo. Quero desejar a Lewis que se recupere rapidamente, e boa sorte ao George por ter a chance de pilotar para a Mercedes neste final de semana."

Conteúdo relacionado: