Londrina/FEL/IPEC terá maratona em dezembro

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   
Divulgação/Assessoria de Imprensa
Técnico Gilberto Miranda orienta atleta Júlia Ribeiro, dos 400 metros, durante treino na UEL

O último mês do ano de 2020 será de muito trabalho para a equipe Londrina/FEL/IPEC de atletismo. Diferente de anos anteriores, a pandemia do coronavírus deixou o calendário de competições mais apertados nesta reta final, o que tende a aumentar os níveis de exigência física e também emocional de atletas e comissão técnica.

A partir desta quinta-feira (3), quando a equipe inicia a campanha no Campeonato Paulista Sub-18 e sub-23, em Campinas (SP), serão cinco competições a serem disputadas em um intervalo de 15 dias. A sequência tem exigido uma preparação especial que envolve toda a equipe. "Tivemos um ano bastante atípico, em que precisamos nos adaptar para manter os treinamentos ativos. Além da parte física, o lado emocional também precisa de um pouco mais de atenção nesse momento, até para suportar tudo que envolve uma sequência como essa, dentro e fora das pistas", observou o técnico Gilberto Miranda.

Ainda nesta semana, a equipe terá participações no Campeonato Paulista Sub-16, também em Campinas, no dia 6, mesma data do Grande Prêmio Brasil de Atletismo, uma das principais competições da modalidade no país e que terá a capital paulista como sede. Na sequência do calendário, a equipe marcará presença no Troféu Brasil, a principal competição do atletismo nacional, que será realizado no próximo dia 10, em São Paulo; e fecha o ano na disputa do Campeonato Brasileiro Sub-23, em Bragança Paulista.

Ao todo serão mais de 40 atletas e comissão técnica envolvidos nas competições, além de todo o apoio de logística, com a contratação de transporte, hospedagem e alimentação. Somando todos os campeonatos, serão oito dias de disputas intensas nas pistas. Entre deslocamentos para viagem, a equipe passará mais de 48 horas nas estradas.

"Será sem dúvidas uma das maratonas mais intensas que já tivemos aqui em todos esses anos de trabalho com o atletismo. E por isso é importante que todos estejam envolvidos, dando seu máximo para que possamos terminar o ano com bons resultados", apontou Miranda.

O Projeto Londrina Atletismo tem patrocínio da Prefeitura de Londrina e FEL (Fundação de Esportes de Londrina), através do Feipe (Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos), IPEC (Instituto Paranaense de Esporte e Cultura) e Colégio Ética; e parceria da UEL (Universidade Estadual de Londrina), Maximus Assistencial, Ivot Ortopedia, Ômega Diagnósticos, Espaço Saúde Integral Londrina e Academia AS Fitness.

Conteúdo relacionado: