Patrick Mahomes pode se tornar o jogador mais bem pago da história da NFL

por Redação Bonde
   
Pixabay

O astro da NFL Patrick Mahomes está com tudo! Além de anunciar a felicidade de ter seu primeiro filho, o quarterback surpreende com mais novidades fora do campo. O atleta renovou seu contrato com a MVP, do último Super Bowl, e pode se tornar o jogador mais bem pago da história do esporte. A estrela da NFL ultrapassaria até grandes nomes de outros esportes como o grande LeBron James, Tiger Woods e Novack Djokovic como mostra o infográfico publicado pela Betway, site de esportes bet.

O Kansas City Chiefs, time de Mahone desde 2017, assinou uma renovação contratual com a MVP por uma quantia de US$ 450 milhões com duração de dez anos. MVP é a premiação de jogador mais valioso da Liga Nacional de Futebol Americano. Este é um prêmio concedido por várias entidades. Além de ser tão importante e grandioso, esse acordo é diferente de qualquer outro da história, tanto em termos de salário quanto em sua duração.

O quarterback pode superar até a quantia do astro do Los Angeles Lakers, LeBron James, que recebeu US$ 306,9 milhões em 17 anos na NBA. Também pode passar o ex-primeira base da MLB, Albert Pujols, que lidera o beisebol com um total de US$ 309,2 milhões em 21 temporadas. Além disso, se comparar com outros esportes, ele ficará na frente de Novak Djokovic, do tênis, Tiger Woods, do golf e Sidney Crosby, do Hockey. Mahomes pode superar até outros atletas mais bem pagos da NFL como Eli Manning, Pyeton Manning, Drew Bress e Tom Brady

Com início previsto para 2022, o atleta passará a ganhar uma média de US$ 45 milhões por ano. Vale lembrar que se ele alcançar todos os incentivos, incluem bônus por aparições no Super Bowl e prêmios de MVP da NFL, o jogador poderá por na conta até US$ 503 milhões.

Nessa história, o jogador chegou até a quebrar deixar para trás o recorde anterior de maior contrato da liga. O título pertencia à Matt Rayan depois que renovou com o Atlanta Falcons em 2018 por cerca de US$ 150 milhões por cinco anos. O acordo de Mahomes é o terceiro contrato na história da liga com mais de seis anos de duração.

Mahomes continuará com grandes salários, pois o cenário mais provável é que o contrato seja restruturado no futuro. Assim será adicionado mais dinheiro para Mahomes, o que dará ao Kansas City mais flexibilidade em termos de teto salarial.

Toda essa bonificação não é à toa. O jovem de 24 anos tem sido espetacular em apenas duas temporadas completas na NFL. Ele foi nomeado MVP da liga em 2018 e liderou a liga com 50 passes para touchdown. Com sua atuação grandiosa, o atleta ajudou a levar o Kansas City Chiefs a seu primeiro título de Super Bowl em 40 anos.

O jogador ficou no topo do ranking de custo-benefício da NFL da Spotrac - que leva em conta o salário e a performance do jogador - com sua campanha em 2018, ficando também em quinto em custo-benefício entre quarterbacks na última temporada. Apesar de não liderar os rankings, ele está no caminho para ser o mais bem pago na história dos esportes americanos.

Outra possibilidade é de que Mahomes assine outros contratos lucrativos no futuro quando este acordo com o Kansas terminar. Isso porque a carreira do atleta pode se desenrolar tão bem quanto as de grandes nomes da história da NFL como Tom Brady e Drew Brees. Ambos ainda estão ganhando US$ 25 milhões por ano.