Conheça a história do Dia Mundial do Veganismo

por Caroline Knup*

Cada vez mais popular no Brasil e no mundo, o veganismo é celebrado mundialmente em 1º de novembro. Instituído em 1994 por Louise Wallis, então presidente da Vegan Society da Inglaterra, a data é importante, segundo Guilherme Lima, o @veggui, para reforçar os objetivos da causa vegana, com foco especial na libertação dos animais.

Para Guilherme, o veganismo tem crescido muito em Londrina e na região. "De três anos pra cá as opções de restaurantes vegetarianos e veganos aumentaram muito", declara.

Guilherme reforça que o veganismo vai muito além de uma simples dieta. "O veganismo é um posicionamento político, social e ético que acredita que não precisamos de nenhum tipo de exploração para viver", pondera. Para ele, as pessoas que estão interessadas em adotar o veganismo devem procurar um nutricionista para ter informações sobre a dieta.

"A proteína não é um problema quando se é vegano, pois existem inúmeras fontes vegetais de proteína, como: feijão, lentilha, grão de bico, ervilha e muito mais", alerta Guilherme. Mesmo assim, ele considera que é importante procurar um profissional e seguir as orientações dadas por ele. Além disso, o instagrammer pensa ser importante a pessoa buscar informações sobre a causa vegana, já que a ideia vai muito além da dieta.

Produtos em Londrina

Em Londrina, os veganos podem contar com os produtos do Grano Mercado Natural para compor a dieta livre de exploração animal. De acordo com Arthur Moreira, sócio do comércio, o leque de produtos veganos tem aumentado consideravelmente nos últimos meses, assim como as marcas que os ofertam.

"Creio que o mercado está entendendo a necessidade de oferecer produtos prontos para o consumo e que facilitem a vida de quem optou pelo veganismo, pois antes era necessário criar seus próprios queijos, requeijões, doces e mais. Agora, nós temos todas essas opções em nossas gôndolas e, com o crescimento da oferta, o custo desses produtos fica bem acessível para os consumidores", declara Arthur.

Por conta do Dia do Vegano, o Grano Mercado Natural terá promoções, degustações e sorteios durante todo o mês, e o cliente pode também aproveitar bons preços para experimentar novos produtos.

E mais: marque na agenda que dias 9 e 23 de novembro terão feirinhas veganas no local para os clientes na parte da manhã.

De acordo com o sócio do Grano, os produtos mais vendidos na loja são os leites vegetais, os pães e os requeijões, que são produtos que fazem parte da alimentação diária. Além disso, Arthur afirma que há grande procura por opções veganas de doces e sobremesas. Ele aponta que os consumidores têm buscado cada vez mais produtos que complementam a alimentação e auxiliam na promoção da saúde, como barrinhas e suplementos com adição de proteína vegetal.

Com pouco mais de um ano de comércio, Arthur afirma que o Grano oferta degustações para os clientes na loja e, por isso, muitas pessoas que não são veganas passam a consumir os produtos livres de origem animal por considerá-los gostosos e uma alternativa para a dieta. "Os produtos veganos, por não conterem leite ou ovos, também atendem às necessidades das pessoas com dietas restritivas ou alérgicas, então há sim um grande interesse nas opções veganas", finaliza Arthur.

Serviço:

Grano Mercado Natural

Endereço: Rua Goiás, nº 1.242 - Centro

Feirinhas: dias 9 e 23 na parte da manhã

E-mail: granomercadonatural@gmail.com

Contato: (43) 3367-1242 ou (43) 9 8814-2943

Horário de funcionamento: Seg. a Sex. - das 8h30 às 18h Sáb. - das 8h30 às 13h

*Com supervisão de Sofia Mikrute