Saiba como se alimentar bem nas festas de fim de ano com dicas de nutricionista

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Dezembro é considerado o mês mais calórico no calendário de muita gente. Natal, Réveillon e as confraternizações de fim de ano são comemorados com pratos de dar água na boca e peso na consciência de quem fez dieta durante o ano todo. No entanto, não é necessário se castigar e ficar longe da mesa no período. Segundo a professora e coordenadora do núcleo de pós-graduação em nutrição da Faculdade IDE, Joyce Moraes, o melhor é não exagerar antes e depois das ceias.

Divulgação

"Deve-se fazer refeições mais leves para tentar compensar. Na ceia, é interessante evitar petiscos como frituras e com molhos gordurosos. Castanhas, nozes, ovo de codorna, palitinhos de vegetais regados com molho light, chips de vegetais, antepasto de berinjela, batatinhas com pimenta calabresa são uma ótima pedida para petisco, pois são bem mais saudáveis e menos ‘engordativos’”, sugere.

Entretando, ainda de acordo com a nutricionista, caso a pessoa esteja em uma ceia que só tenha petiscos fritos, não precisa deixar de comer. É só ter cuidado para não exagerar. É você que vai preparar a ceia? Então prefira pratos assados, utilizando azeite ou óleo de coco. "Uma ideia é colocar frutas frescas como opção de sobremesa, além de sucos e água saborizada como opção de bebidas. Também evite preparações com frituras, maionese e açúcar em excesso”, explica Joyce.

Outra dica importante é realizar todas as refeições antes das ceias, optar por um cardápio leve e pouco calórico. "Imagina almoçar feijoada no dia 24? Não dá, né? A pessoa pode fazer um jantar por volta das 18 ou 19h. Saladas com grelhados e legumes com peixe constituem uma ótima sugestão. Ao sair de casa, também pode-se fazer um lanche. Sugiro frutas, pois fornecem saciedade e ajudam a preparar o fígado para o que vem por aí”, comenta.

A professora de nutrição alerta ainda para não esquecer a ingestão de água, pois muitas passam mal após as ceias por desidratação. E pra quem exagerou, o que fazer no dia seguinte? "Primeiramente, voltar a rotina alimentar. Segundo, reforço a importância da hidratação. Terceiro, utilizar a fitoterapia, incluindo chás de hibisco, boldo e alcachofra, que são ótimos no período pós festa”, conta.

Manter a dieta no período festivo é quase impossível, mas é possível, sim, aproveitar e se divertir com saúde! Abaixo, confira mais dicas da nutricionista para ajudar nessa tarefa:

- Procure sair da dieta somente nas ceias e não o dia todo

- Antes e após, escolha frutas como lanche

- Evite produtos industrializados nesse fim de ano. Se for comer algo industrializado que seja nas refeições das ceias

- Hidrate-se bem

- Invista nas fibras para auxiliar o controle do peso! Que tal adicionar chia, linhaça, farelo de aveia, amaranto e quinoa no seu dia a dia? As fibras dão mais saciedade e auxiliam a eliminação de gorduras pelas fezes

- Vamos combater o inchaço? Então, reduza o sal, procure temperar os pratos com ervas. Não coma embutidos e industrializados. Beba bastante água de coco e conte com a ajuda de chás como dente de leão e cavalinha

- Não se esqueça do seu fígado. Antes e depois das confraternizações, tome uma xícara de chá de boldo ou alcachofra. E na manhã após a festa, tome um suco verde detox (2 folhas de couve com talo e tudo. 1 pedaço pequeno de gengibre. 1/4 de maçã com casca e tudo e água de coco. Bater no liquidificador e não coar. Tomar e aguardar 30 minutos para se alimentar)

- No dia após o Natal e Réveillon, pegue leve. Procure almoçar ou jantar pratos bem levinhos como saladas e sopas, sem esquecer de comer também uma proteína magra como frango ou peixe

* Joyce Moraes é professora coordenadora do núcleo de pós-graduação em nutrição da Faculdade IDE. É graduada em nutrição pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), pós-graduada em nutrição clínica funcional pelo CVPE-SP e mestre em saúde da criança e do adolescente pela UFPE (Universidade Federal de Pernambuco).