Saiba de onde vem o abacaxi em gomos que pirou a internet

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   
Martinho Caires / Divulgação IAC

Parece fake news, mas não é! O abacaxi em gomos existe, mas não é tão fácil de encontrá-lo. O sabor leve, cítrico e ao mesmo tempo doce do abacaxi conquista diversos paladares todos os dias, porém, a fruta pode ser um pouco demorada de descascar. O abacaxi de gomos fez sucesso na internet quando foi divulgado um vídeo no Twitter na última sexta-feira (8). O vídeo espantou os internautas ao verem que o abacaxi estava sendo consumido facilmente.

Ao ver o vídeo, é comum achar que é uma nova maneira de comer a fruta, mas, na verdade, é uma espécie do abacaxi que é chamada de "IAC Gomo de Mel", que já existe no Brasil há cerca de 30 anos.

Origem

O abacaxi em gomos surgiu na China e chegou ao Brasil em 1991. A nova forma de cultivar o abacaxi foi resultado de um cruzamento natural. Essa variedade da fruta veio ao país através de pesquisas e experimentos do IAC (Instituto Agronômico de Campinas) que desde então desenvolve melhoramentos genéticos.

Além do nome "IAC gomo de mel", a fruta também é conhecida como abacaxi-de-gomo ou até "pingo de mel". O diferencial da fruta é que os frutilhos, conhecido como "olhos", são soldados menos fortemente entre si, podendo se destacar facilmente.

A variedade da fruta é mais doce e menor que o abacaxi comum. A fruta é muito suscetível a uma doença que afeta plantas, a fusariose. Em contrapartida, este abacaxi tem uma boa "vida-de-prateleira", que dura até 12 dias quando maduro e tem maior resistência ao transporte.