Cachorro conforta médicos que atuam na saúde contra o coronavírus

por Caroline Knup - Estagiária*
   

Os profissionais da saúde estão na linha de frente contra a pandemia do novo coronavírus no Brasil e no mundo, já que atuam no tratamento e, eventualmente, na cura de muitos pacientes. Em meio a tantos novos casos e pressões do ambiente hospitalar, é possível imaginar que não é fácil trabalhar e lidar com o estresse, a ansiedade e o cansaço.

Reprodução/Instagram

Diante desse cenário, Susan Ryan, médica de Denver, nos Estados Unidos, teve uma ideia para tentar aliviar a tensão dentro do hospital em que trabalhar: levar Wynn, seu cachorro terapeuta, para o local de trabalho. Com isso, Wynn passou a fazer parte da equipe médica de emergência do Rose Medical Center.

O labrador de apenas um ano de idade já estava sendo treinado por Susan para a 'profissão' de terapeuta e, diante da pandemia, a tutora considerou que esse era o momento ideal para o cachorro levar um pouco de amor, conforto e esperança ao hospital.

De acordo com Susan, a ideia é que Wynn continue a trabalhar no hospital mesmo após o fim da epidemia. A tutora conta que a ideia é que o cachorro passe a ajudar no tratamento de pacientes adultos, idosos e crianças.

(Com informações do site Catioro Reflexivo.)

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: