Causa animal: cães comunitários unem população da Warta

por Laís Taine - Grupo Folha
   
Lais Taine - Grupo Folha

Há semanas um cachorro circula a região em busca de comida, então, um dos moradores se prontificou a colocar um pote de ração todos os dias para o animal, o vizinho se propôs a trocar a água no período da tarde, a dona do estabelecimento local financiou o material para a construção de uma casinha, que o funcionário da unidade básica de saúde do bairro montou, utilizando seus dotes com a marcenaria. Assim nasce um cão comunitário, que tem respaldo na lei 17.422, de 2012. Assim também nasce uma comunidade engajada pela causa animal, como no distrito da Warta, na região Norte de Londrina.

Pela lei, considera-se animal comunitário: "aquele que estabelece com a comunidade em que vive laços de dependência e de manutenção, ainda que não possua responsável único e definido”. Sansão, um cachorro caramelo da Warta, é um dos animais cuidados pela comunidade do entorno. Lá, aproximadamente 35 animais abandonados são assistidos por pessoas que se dispuseram a ajudar no formato da lei.

Apesar de uma parcela da população compreender as necessidades dos animais em situação de rua e formarem uma rede para ajudar, ainda há muito abandono. Leia mais na Folha de Londrina

Conteúdo relacionado: