Cinco cuidados que você deve ter com as aves em períodos de altas temperaturas

por Nicoli Suman - Estagiária*
   
Unsplash

Você sabia que é preciso tomar cuidados específicos em relação às aves durante os períodos com altas temperaturas? Pois é! Apesar das aves apresentarem uma temperatura corporal superior a dos mamíferos, durante o calor os cuidados com os pássaros devem ser redobrados. Por serem animais muito sensíveis, qualquer alteração no clima pode ser sentido de forma brusca.

Unsplash

As aves possuem uma temperatura média de 40ºC. Sabendo disso, é importante lembrar que o calor cria um ambiente facilitador para bactérias e mosquitos. Por isso, a manutenção e limpeza das gaiolas devem ser redobradas nesta época do ano. Afinal, queremos que eles permaneçam saudáveis. Segundo a professora de Medicina Aviária da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Ana Angelita S. Baptista, o tutor deve estar atento às condições ambientais, de forma que promova ambiente de conforto térmico aos animais. Confira algumas orientações listadas pela especialista:

1 - Observe os sinais

As aves mostram muito o estão sentindo através do comportamento. É importante que o tutor observe os sinais apresentados pelos animais que indicam desconforto térmico. Uma das ações que os pássaros podem apresentar está relacionada principalmente com a respiração. De acordo com a veterinária, bico aberto continuamente, demonstração de fôlego ofegante e penas eriçadas "afofadas” e distantes do corpo, buscando áreas sombreadas e menos ativas, são sinais de que o animal está em uma condição de estresse térmico.

2 - Fuja do sol

A veterinária explica que é preciso manter as gaiolas em ambiente protegido da luz solar direta. Procure deixar o animal em um ambiente com sombra e boa ventilação. Os banhos de sol são indicados no início da manhã, mas, sempre com supervisão. Se a gaiola do seu pássaro possui coberturas, você pode retirá-las para que ela fique mais arejada para o animal. Outra forma de tornar o ambiente mais fresco é abrindo as janelas da casa para refrescar o ambiente ao cair da noite.

3 - Água, água e água

Esborrifar água no ar e próximo a gaiola pode manter o animal mais refrescado durante as épocas de calor intenso. Outra ideia bacana é ter, se possível, um umidificador de ar para tornar o ambiente menos seco. Se você possuir ar condicionado, não deixe o animal diretamente na saída do ar. Também não coloque a temperatura no mais frio, pois isso pode fazer com que ela adoeça. Lembre-se de programar o aparelho para uma temperatura ambiente normal e constante.

É extremamente importante manter o animal hidratado durante o dia e à noite. Por isso, ofereça água potável em temperatura ambiente aos animais e faça a substituição de água várias vezes ao dia. A veterinária lembra de evitar água gelada! Além da água para o animal beber, você deve oferecer um recipiente com água limpa e fresca para as aves se banharem;

4 - Alimentos de qualidade

O tutor do pássaro sempre deve fornecer uma dieta de qualidade aos animais. Frutas e sementes, com o calor, tendem a murchar e azedar, o que pode proporcionar alterações na palatabilidade e na composição dos nutrientes. Sendo assim, o ideal é diminuir a quantidade de alimento e realizar a troca mais vezes durante o dia.

5 - Limpeza das gaiolas

Os alimentos podres contribuem para a proliferação de bactérias. Além disso, as fezes do animal também podem ser prejudiciais. Por isso, a gaiola precisa sem limpa e higienizada constantemente para que animal possa aproveitar todo espaço disponível.

Caso a ave sofra com longos períodos de calor, ela pode sofrer de hipertermia, que é o aumento excessivo da temperatura do animal. Nesse caso, é muito importante levar o pássaro ao médico veterinário para que ele possa ser tratado.

*Sob supervisão de Fernanda Circhia

Conteúdo relacionado: