Confira 7 dicas para manter a saúde do seu pet em dia

por Lívia Marra - Folhapress
   

Como anda a saúde do seu animal de estimação? Alimentação adequada, exercícios físicos, vacinação, higiene e lazer estão entre os pontos importantes para o bem-estar do pet.

Reprodução/Pixabay

A disposição física e mental do seu amigo peludinho também merece atenção e depende do tutor. Afinal, é uma troca: estudos comprovam que a interação com animais é benéfica para a saúde e bem-estar dos humanos.

O blog reproduz sete dicas da veterinária Larissa Lima, da Royal Canin, para garantir que a saúde do seu gato ou cão esteja sempre em dia:

• Atividade física: estudos mostram que aproximadamente 59% dos cães e 52% dos gatos estão acima do peso no mundo. Uma das principais causas da obesidade pet está diretamente relacionada à falta de exercícios físicos. O excesso de peso nos pets representa um grande fator de risco para outras doenças, principalmente as metabólicas. A prática adequada de atividades físicas diárias ao ar-livre contribui para o bem-estar do animal e do tutor. Que tal fazer aquela volta no quarteirão virar rotina? Converse com o médico-veterinário sobre as possíveis atividades físicas para seu pet.

• Alimentação balanceada: oferecer uma alimentação nutritiva e de alta qualidade contribuirá para a saúde e o bem-estar do seu pet. Mas tão importante quanto é oferecê-la na quantidade certa. Uma pesquisa realizada apontou que 87% dos tutores de animais de estimação oferecem a quantidade de alimento que eles acham que o animal precisa em cada refeição, além disso, mais da metade dos tutores cedem aos apelos dos pets, oferecendo mais alimento quando eles pedem. Quer fazer certo? Confira a recomendação das porções exibida nas embalagens dos alimentos para pets e siga a orientação do veterinário.

• Visita periódica ao veterinário: não é porque a saúde do seu melhor amigo aparenta estar bem que você deve deixar de consultar um médico-veterinário. As consultas de rotina são recomendadas duas vezes ao ano. Isso porque muitos problemas de saúde só se manifestam quando estão em estágio mais avançado, como a doença renal crônica por exemplo. Por isso, prevenir uma doença pode ser a melhor opção para manter seu gato ou cão sempre saudável.

• Carteira de vacinação em dia: mantenha sempre a carteira de vacinação de seu pet em dia. As vacinas auxiliam na proteção contra doenças graves e ainda colaboram para a saúde e bem-estar dos pets em todas as fases de vida.

• Cuidados com pele e pelos: problemas dermatológicos estão entre os principais motivos que levam o pet para uma consulta com o médico-veterinário. Gatos e cães estão sujeitos a sensibilidades e doenças de pele, que podem ter como motivo desde mudanças ambientais, excesso de banhos até alergias alimentares. Por isso, fique atento e consulte seu veterinário caso observe falhas na pelagem, coceira e vermelhidão na pele, por exemplo.

• Dentes limpos: cuidar da higiene oral do pet também é cuidar da saúde. Algumas doenças na boca podem ser fonte de inflamação e infecção no organismo todo, além de causarem dor e desconforto ao gato ou cão. 4 em cada 5 cães com mais de três anos apresentam problemas nas gengivas, mesmo assim a maioria dos tutores acredita que os dentes e gengivas de seu animal estão saudáveis, quando na verdade precisam de atenção. Vale lembrar que a higienização pode ser feita com uma escova comum de cerdas macias, porém as versões veterinárias têm a vantagem da ergonomia. Jamais devem ser usados cremes dentais de humanos; os pets têm pastas de dente específicas para eles.

• Brincadeiras que fazem bem: o bem-estar dos pets e o estilo de vida saudável e alegre deles depende muito de você. Dedique um momento do seu dia para brincar, interagir e curtir seu melhor amigo. Já é comprovado: isso contribui para a saúde dele e sua também. Divirtam-se!

Conteúdo relacionado: