Estudo comprova que é possível amar cachorros tanto quanto crianças

por Lívia Marra e Patrícia Pamplona - Folhapress
   

Um estudo realizado por psiquiatras americanos provou: é possível amar o pet tanto quanto se ama uma criança.

Reprodução/Pixabay

Segundo o site belga Flair, os especialistas reuniram mães de crianças com idades de dois a 10 anos que também são tutoras de cachorros. Elas foram ao Hospital Geral de Massachussetts para que as regiões do cérebro associadas às emoções e às ligações entre indivíduos fossem estudadas.

As participantes levaram fotos de seus filhos e de seus pets. Ao serem colocadas as fotos dos filhos, as regiões que estimulam emoções, bondade e afeto reagiram.

A surpresa veio quando as mesmas áreas tiveram respostas similares às fotos dos cachorros.

Claro, tutoras já sabiam dessa informação desde que tiveram seu primeiro pet. A ciência veio apenas para reforçar.

Conteúdo relacionado: