Saiba limpar as patas do seu cão após passeio durante a quarentena

por Lívia Marra - Folhapress
   

A pandemia de coronavírus provocou mudança de rotina, e o passeio do cachorro precisou ser reduzido a saídas rápidas. A volta para casa também deve ser cuidadosa, e assim como a gente precisa lavar muito bem as mãos, as patinhas do pet merecem atenção especial.

Reprodução/Pixabay

A recomendação do CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária) é que a higienização seja feita com água e sabão neutro.

Não há indícios de que pets transmitam o vírus a humanos, mas eles podem levar a contaminação para casa por meio das patas ou pelos, se alguém infectado tossir próximo ao animal ou fizer um carinho com a mão contaminada.

A veterinária Carla Berl, fundadora da rede de clínicas Pet Care, sugere o uso de xampu infantil ou sabonete de glicerina.

"Se ele sair três vezes por dia, vai ter que lavar três vezes por dia. Que seja um sabão que não agride muito, para não machucar a pele do animal, porque ele não está acostumado com isso", afirma.

Depois da lavagem, o tutor deve enxugar muito bem as patinhas e pode até usar papel toalha para absorver bem o excesso de água. O álcool em gel, aliado dos humanos contra o vírus, não é indicado para os animais.

Para o tutor preocupado com eventual contaminação, a veterinária sugere outras duas opções antes de sair de casa: colocar no animal uma camiseta fina de algodão -que deve ser trocada a casa passeio- para proteger os pelos; e usar botinhas de chuva, que evitam o contato direto com o solo e são laváveis.

Além de água e sabão, é possível usar lenços antissépticos na limpeza dos pelos, segundo especialistas. Mas banhos completos não devem ser diários, para não agredir a pele do animal. Embora não recomendadas neste período de isolamento social, as saídas com os cães são importante para que o animal faça as necessidades e se exercite.

Conteúdo relacionado: