Saiba quais são os cuidados necessários aos pets no frio

por Lívia Marra - Folhapress
   

Com o frio vem aquela vontade de ficar encolhidinho, mas com alguns cuidados é possível manter a rotina e a saúde dos pets neste período. Animais de estimação também são sensíveis às mudanças de temperatura. Doenças respiratórias são comuns no inverno, época em que cães e gatos acabam bebendo menos água e, com isso, podem desenvolver cálculos urinários.

Reprodução/Pixabay

Raças como shih-tzu, schnauzer e spitz alemão têm predisposição à formação de cálculos urinários.

Doenças respiratórias são comuns em dias mais secos e frios. A gripe dos cães é altamente contagiosa, transmitida por contato direto entre os animais. Pode ser evitada com vacina anual.

Medidas como suplementação em épocas mais frias e de transição de temperatura são válidas para auxiliar o sistema imunológico, afirma o veterinário Ítalo Cássio Oliveira, do Centro Veterinário Seres, do Grupo Petz. A veterinária Aline Oliveira, da clínica SPet, parceira da Cobasi, diz que, no caso dos gatos, a gripe atinge principalmente os bichos que vivem em espaços mais fechados.

Filhotes e idosos merecem atenção especial porque podem estar imunologicamente debilitados. "A melhor dica de bem-estar é o aconchego. Dê bastante colo, deixe seu gatinho ou cãozinho deitarem com você. A aproximação corporal é uma forma primitiva e extremamente reconfortante para afastar o frio", orienta Aline Oliveira.

Conteúdo relacionado: