Combinar exercícios com corrida auxilia na perda de peso

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
   

Combinar exercícios físicos de alta intensidade (HIIT) com os treinos de corrida é uma das formas de trazer mais benefícios para os corredores, não só por melhorar a performance na corrida, mas também por auxiliar na perda de peso.

Reprodução/Pixabay

Com base nisso, o Freeletics, aplicativo líder em exercícios físicos com o uso de inteligência artificial, lança uma nova maneira de correr integrando corridas em seu aplicativo de treino.

A partir de agora, o personal trainer digital do aplicativo oferece diferentes tipos de treino de corrida, que o usuário pode escolher dependendo do seu objetivo. Um deles é "Treino de Corrida e Peso Corporal" que, como o próprio nome afirma, é um treino híbrido de força e corrida, que torna a corrida ainda mais eficiente, em especial para aqueles que têm o objetivo de perder peso.

O especialista em treinos de Freeletics, Thomas Falda, explica porque a prática de exercícios combinada com a corrida traz vantagens para os corredores:

1 - Queima de calorias de fontes diferentes: o corpo usa diferentes fontes de energia, dependendo da intensidade e duração do exercício, como explica Falda: "Quanto mais tempo você se exercita, maior é a proporção de calorias queimadas de gorduras. Em contraste com isso, quanto mais intensa for uma sessão de treinamento, mais energia será extraída dos carboidratos”.

Entretanto, isso não significa que os exercícios de alta intensidade queimam menos gordura do que a corrida de resistência. "O treinamento de alta intensidade usa muito mais energia do que o treinamento de resistência”, conta o especialista. Então, enquanto a proporção de gordura queimada é menor, a quantidade total é muito maior”, diz o especialista. Portanto, a combinação de treinamento intervalado e HIIT de peso corporal é uma maneira mais eficiente de perder peso em termos de tempo.

2 - Continuar queimando calorias ao fim do treino: "Ao treinar em alta intensidade, ou anaerobicamente, como ao praticar HIIT, o corpo não tem tempo para reabastecer o oxigênio e o glicogênio perdidos durante o treino. Portanto, ao terminar uma sessão de HIIT, muitos dos sistemas do corpo ainda exigem grandes quantidades de energia para regulá-los de volta aos seus níveis normais”, conta o especialista.

Falda revela ainda mais uma vantagem de incrementar seu treino de corrida com a prática de HIIT: "O treinamento com peso corporal demanda mais músculos uma sessão de corrida. Isso significa que mais músculos precisam ser reparados após o treinamento, resultando em ainda mais calorias queimadas”.

3 - Fortalecimento dos músculos da região abdominal: os músculos do região abdominal são o elo entre a parte superior e inferior do corpo. Eles desempenham um papel importante como base para a parte superior do corpo, o que permite que a parte inferior do corpo transfira suas forças para o chão da maneira mais eficaz possível, desperdiçando o mínimo de energia.

A região também é importante para o equilíbrio e a postura. "Os músculos do tronco fornecem estabilidade e neutralizam os movimentos de rotação da parte superior do corpo, mantendo-o ereto e permitindo que a parte inferior do corpo o impulsione para frente”, explica Thomas Falda sobre a necessidade de fortalecer os músculos para melhorar a performance na corrida.

4 - Diferentes exercícios podem trazer mais motivação: por fim, além de ser comprovadamente mais eficiente e eficaz, não só para melhorar a performance na corrida, mas também para otimizar a queima de calorias, a variedade de atividades físicas diminui a probabilidade de ficar entediado ou desmotivado frente à prática de exercícios, deixando mais fácil que torne-se um hábito.

Conteúdo relacionado: