Dia Mundial da Diabetes: saiba quais cuidados ter com a visão

por Redação Bonde com Assessoria de Imprensa

Quem tem diabetes sabe que disciplina é fundamental para ter mais qualidade de vida. O diabetes é uma doença crônica que atinge 13 milhões de pessoas em todo o Brasil. Além dos cuidados como o controle de glicemia, a alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos, o que nem todo mundo sabe é que também são recomendados cuidados com a visão. A diabetes é a principal causa de cegueira em pessoas em idade produtiva.

Reprodução/Pixabay

Segundo pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), em 2014, 77,2% dos indivíduos com diabetes tipo 2 não aderem ao tratamento no país, o que ocasiona sérias complicações, entre elas a retinopatia diabética, que afeta 40% dos brasileiros com a condição. A retinopatia diabética é a principal causa de cegueira no mundo devido à falta de controle do diabetes.

A retinopatia é uma das principais complicações microvasculares e pode causar cegueira, se não diagnosticada e tratada a tempo, independentemente da idade. "A doença é causada pela alteração na permeabilidade dos vasos sanguíneos da retina em decorrência da hiperglicemia de médio a longo prazo” explica Rafael Andrade, oftalmologista especialista em retina.

"A retinopatia diabética pode ser de dois tipos: a não proliferativa, forma inicial que é detectada quando os vasos do fundo do olho estão danificados, causando hemorragia e vazamento de líquido da retina, chamado de Edema Macular Diabético; e a proliferativa, que é diagnosticada quando os vasos da retina ou do nervo óptico não conseguem trazer nutrientes para o fundo do olho e por consequência, há formação de vasos anormais, que causam o sangramento”, complementa o médico.

O estudo Dr. Barometer, realizado com a colaboração de especialistas da IFA (Federação Internacional sobre o Envelhecimento), da IDF (Federação Internacional de Diabetes), da IAPB (Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira), envolvendo 41 países, publicado em 2017, constatou no Brasil que 91% dos entrevistados com diagnóstico de retinopatia disseram que não conseguem realizar as atividades cotidianas, como dirigir, trabalhar e concluir tarefas básicas em casa e 28% dos respondentes do estudo nunca discutiram complicações oculares com o médico ou só o fizeram após os primeiros sintomas.

Campanha - Para sensibilizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce da retinopatia diabética, as associações de pacientes ADJ Diabetes Brasil e a Retina Brasil junto com o Clube do Diabetes fizeram uma parceria com a Novartis para realizar a Campanha De Olho no Diabetes, cujo embaixador é o apresentador André Marques. A iniciativa tem o intuito também de estimular a visita ao oftalmologista, preferencialmente especialista em retina pelo menos uma vez ao ano, e, contribuir na educação sobre a importância dos cuidados com a visão, e consequentemente, contribuir para o diagnóstico rápido de Retinopatia ou Edema Macular Diabético.

Saiba mais sobre a campanha no link.