Higienização correta das mãos é medida eficaz na prevenção do coronavírus, diz microbiologista

por Caroline Knup - Estagiária*
   

Medidas de prevenção estão sendo adotadas em todo o Brasil em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Com 234 casos confirmados e uma morte no Brasil, a doença é considerada altamente transmissível e oferece riscos para determinados grupos, como idosos, pacientes oncológicos e pessoas com problemas respiratórios e cardíacos, além de doentes crônicos, como diabéticos e hipertensos.

Reprodução/Pixabay

Segundo recomendações de Aline Stipp, farmacêutica-bioquímica, microbiologista, professora de medicina da PUC (Pontifícia Universidade Católica) e coordenadora dos cursos de farmácia e biomedicina na Unopar, as principais medidas de prevenção contra o novo coronavírus são: evitar aglomerações; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; lavar as mãos com água e sabão e/ou usar álcool em gel e manter os ambientes ventilados.

Apesar de existirem várias formas de prevenir a disseminação do vírus, a microbiologista ressalta a importância de lavar as mãos e de usar o álcool em gel. "Lavar as mãos é importante porque o sabão desestabiliza o envelope viral, ajudando na inativação dos vírus causadores da doença. Por isso, recomendamos sempre que a lavagem seja feita com água e sabão", afirma a especialista.

Quanto ao álcool, a farmacêutica diz que o correto é lavar as mãos e fazer uso do álcool em gel 70%. "É preciso lembrar que o álcool em gel deve ser aplicado sempre após a lavagem das mãos", recomenda. Entretanto, Stipp pontua que, quando não for possível fazer uso de água e sabão na lavagem das mãos, é preciso dar atenção especial ao álcool em gel.

Para que a lavagem das mão seja ainda mais eficaz na prevenção do novo coronavírus, Stipp ensina a maneira correta de realizar o processo de higienização:

• Molhe bem as mãos e siga até o pulso;

• Utilize uma quantidade abundante de sabão até cobrir toda a mão com espuma;

• Na hora de lavar, é necessário friccionar as mãos: esfregue uma na outra, bem como as palmas com os dedos entrelaçados. Esfregue o dorso da mão por completo, incluindo os dedos;

• Lembre-se de lavar as unhas com a palma da mão em formato de concha;

• Lembre-se de lavar o punho;

• Enxague com água corrente abundante - é importante não usar bacias;

• Após a lavagem, é indicado secar com uma toalha e fechar a torneira com um papel, principalmente em banheiros compartilhados;

• Depois de secas, aplique os álcool em gel nas mãos.

Assista:

Para ensinar sua filha a importância de lavar as mãos de maneira correta, Stipp preparou duas misturas: uma de água e sabão, na qual a menina faz a higienização, e outra com orégano, que representa os vírus. Ao tocar com as mãos sujas no orégano, os 'vírus' ficam grudados nos dedos da criança. Entretanto, quando ela passa a mão na mistura de água e sabão e, posteriormente, coloca-a na mistura de orégano, os 'vírus' são repelidos.

O método é uma boa maneira de ensinar as crianças a importância da higiene das mãos. Assista:

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Conteúdo relacionado: