Hospital das Clínicas lança aplicativo gratuito para cuidar da saúde mental

por Sílvia Haidar - Folhapress
   

O Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) lançou há duas semanas um aplicativo gratuito em que o usuário pode avaliar sua saúde mental diariamente, receber explicações sobre temas como depressão, ansiedade e burnout e assistir a vídeos sobre os tópicos abordados.

Reprodução/Pixabay

O aplicativo COMVC está disponível na Google Play e na App Store. A ferramenta faz parte do projeto COMVC-19, definido pelo Hospital das Clínicas como o EPI (Equipamento de Proteção Individual) de saúde mental do colaborador do Complexo HC-FMUSP no combate à pandemia do novo coronavírus.

O psiquiatra Eurípedes Miguel Filho, professor titular e chefe do Departamento de Psiquiatria da FMUSP, explica que o projeto foi desenvolvido para dar suporte aos colaboradores do Hospital das Clínicas que atuam na linha de frente contra a Covid-19, que são os trabalhadores que mais correm o risco de se contaminar pelo vírus e sofrem com estresse diário.

"Mas profissionais de saúde de outras instituições e o público em geral também podem utilizar o aplicativo", diz.

Para usar, basta baixar o app no celular, completar o perfil com nome (pode ser apenas o primeiro), e-mail, senha e informar se é profissional de saúde, estudante ou de outra área.

A partir daí, o usuário poderá responder, em uma escala de 1 a 5, se está se sentindo deprimido, apreensivo e ansioso, por exemplo, e em uma escala de 1 a 10, sobre como está seu sono ou se está se sentido esgotado ao final de um dia de trabalho.

Ao terminar o questionário, a pessoa recebe pequenos relatórios sobre seu humor, ansiedade, sono e cansaço, de acordo com sua pontuação, e a sugestão de vídeos disponíveis no próprio aplicativo.

As gravações foram feitas em parceria com o Hospital das Clínicas de Porto Alegre e também estão disponíveis no seu canal no YouTube. São 30 vídeos educativos sobre saúde mental, depressão, ansiedade, estresse, burnout, raiva, meditação, relaxamento, mudanças de hábitos, alimentação e resolução de problemas.

O usuário também pode acompanhar sua evolução com gráficos disponíveis no aplicativo, gerados a partir das respostas dadas.

"Se o colaborador do HC atingir acima de uma determinada pontuação, o aplicativo mostra o número de telefone da nossa hotline para receber apoio psicológico. Se o usuário não for profissional da saúde, aparecerá uma mensagem dizendo que está na hora de procurar ajuda", conta Eurípedes.

Os dados obtidos pelo aplicativo serão utilizados para analisar e desenvolver estudos sobre a saúde mental dos profissionais de saúde e seu comportamento durante a pandemia.

O projeto COMVC-19 é desenvolvido pelos departamentos de Psiquiatria, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da FMUSP, Núcleo de Humanização, Divisão de Psicologia do Instituto Central e o Centro de Atenção ao Colaborador.

Conteúdo relacionado: