Dois pacientes de Rolândia e um de Ibiporã morrem por Covid-19 no HU de Londrina

por Redação Bonde com assessoria de imprensa
   

Dois idosos de 78 e 81 anos de Rolândia e um de 71 anos de Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina) morreram no HU (Hospital Universitário) de Londrina em decorrência de Covid-19. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do órgão na tarde desta quinta-feira (4).

Sergio Ranalli/Arquivo Folha

Segundo o HU, o paciente de 81 anos iniciou quadro respiratório no dia 25 e foi atendido no Hospital São Rafael, em Rolândia, onde coletou material para exame de Covid-19. Em 27 de maio foi encaminhado pela Central de Leitos para o Hospital da Providência de Apucarana, onde tratou broncopneumonia. Lá, ficou internado até o dia 31, data em que o hospital foi informado que o exame para Covid-19 realizado no Hospital São Rafael, tinha resultado negativo.

Conforme o hospital, o homem voltou a apresentar quadro respiratório ruim e foi encaminhado novamente ao Hospital São Rafael. No dia 2 foi admitido no HU, proveniente do Hospital São Rafael, já intubado, desconfortável, sem sedação. No dia seguinte seu quadro era grave e sedado. Evoluiu para paradas cardiorrespiratórias, que com todos os protocolos para o caso não trouxeram retorno de circulação espontânea. A morte foi registrada neste mesmo dia, às 08h10. O resultado de amostra de swab no HU teve resultado positivo para Covid-19 também no dia 3. Como comorbidades o paciente tinha doença de Alzheimer, insuficiência cardíaca, hipertensão arterial.

Já o paciente de 78 passou por avaliação em Rolândia por duas vezes antes de ser transferido para o HU. Com a piora dos sintomas de tosse e dispneia, procurou novamente o serviço na origem e foi transferido para o HU em 25/05. No dia 26/05 teve o diagnóstico confirmado do Covid-19. Em 28/05 apresentou dificuldade para alimentação e iniciado suporte nutricional. Evoluindo com piora da função renal e dias depois do padrão respiratório e sintomas como aceleração do ritmo respiratório, tosse produtiva e rebaixamento do nível de consciência. A família acompanhou a evolução do caso clínico. Em 01/06, houve mais uma piora no quadro e novo contato com a família, em 02/06. Em 4/06 o estado era gravíssimo, com piora do padrão respiratório, piora clínica e dos exames laboratoriais, entre outros, mesmo após medidas tomadas pela equipe médica, dentro dos protocolos. Evoluiu para óbito nesta quinta às 9h28, após toda a assistência prestada. Comorbidades: doença renal crônica, tuberculose tratada, imunodeprimido.

São três óbitos pela doença em Rolândia, de acordo com a Sesa (Secretaria de Estado de Saúde). Até esta quinta, Rolândia tinha 15 casos confirmados e 3 curados.

O idoso de Ibiporã tinha 71 anos, com histórico de internação na Santa Casa de Londrina no mês de abril para tratamento de pneumonia, com sintomas de dispneia há cerca de um mês. Foi transferido para HU em 28/04 com bom padrão respiratório, sem sinais de desconforto respiratório, mas com exames laboratoriais alterados e possível Covid-19. Em 01/05 evoluiu com estado geral regular. Em 02/05, resultado positivo para Covid-19. Em 04/05 permaneceu com estado geral regular, consciente e orientado. Houve então intercorrência durante a hemodiálise. Em 09/05 evoluiu com pico febril. Em 11/05 manteve o quadro clínico estável, pouco confuso, aguardando término dos antibióticos.

Em 14/05 apresentou piora na imagem do raio x de tórax, sem alteração do padrão respiratório. Em 17/05 houve piora do padrão respiratório. Em 18/05, permanece confuso, evoluindo com rebaixamento do nível de consciência apresentando esforço respiratório leve a moderado. Evoluiu com parada cardiorrespiratória, foi entubado e instalado ventilação mecânica e sedação. Foi transferido para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) naquele dia. Foi extubado em 22/05. Em 24/05 foi transferido para a unidade de internação, em respiração espontânea. Reiniciado suporte com cateter nasal de oxigênio em 26/05. Em 28/05 quadro de sepse. Em 29/05 com dispneia, foi evidenciada uma piora do quadro geral. Período noturno de quarta-feira (3) evoluiu com piora do padrão respiratório, evoluindo para óbito às 16h30, após toda a assistência prestada dentro dos protocolos. Comorbidades: doença renal crônica, hipertensão, hipotireoidismo e tabagismo.

Foi o primeiro óbito por Covid-19 em Ibiporã que, conforme a Sesa, tem 22 casos confirmados e um recuperado.

(Matéria atualizada às 17h30 de 05/06)

Conteúdo relacionado: